Após Bolsonaro, Exército fala em chamar presidenciáveis para discutir segurança


Ouvindo: Após Bolsonaro, Exército fala em chamar presidenciáveis para discutir segurança00:1601:59Audima

Foto: Reprodução / Twitter

O general Eduardo Villas Bôas, comandante do Exército Brasileiro, pretende convidar os candidatos à Presidência da República para discutir, em particular, os interesses da Força Armada para a segurança do Brasil. Segundo o Uol, as propostas da corporação vão constar de um documento que está sendo elaborado pelo comando do Exército para ser apresentado aos presidenciáveis das eleições deste ano. A primeira visita teria sido do deputado federal e presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) a Villas Bôas. O encontro ocorreu na última terça-feira (5), mas não constava da agenda oficial do comandante até a noite desta quarta (6). A reunião veio a público após a divulgação de uma foto publicada no twitter pelo coordenador do plano de governo de Bolsonaro, o deputado Onyx Lorenzoni (DEM). Questionada sobre o motivo de o encontro não estar na agenda, a assessoria do Exército informou que visualizou a visita de Lorenzoni no sistema interno, mas que verificaria por que ela não estava disponível na versão pública nesta quinta (7). De acordo com o Centro de Comunicação Social da corporação, Villas Bôas tem recebido diversas autoridades dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, “para tratar de assuntos de interesse da Força Terrestre”. Entre as personalidades que visitaram o comandante, os pré-candidatos Alvaro Dias (Podemos) e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) teriam feito a visita em um espaço de seis dias. Em nota, o Exército declarou que a visita de mais presidenciáveis vai depender da definição dos candidatos e das respectivas agendas.

*BN