2º Cicloturismo de São Felipe é cancelado em razão do Coronavírus

Em virtude do aumento de casos do coronavírus no Brasil e da classificação da Organização Mundial de Saúde (OMS) como pandemia mundial, o grupo São Felipe Bikers informa que decidiu cancelar a realização do nosso segundo cicloturismo por medida de segurança e prevenção. Agradecemos a todos parceiros pela compreensão e o apoio!


GP da Austrália é cancelado por caso de coronavírus

                                        Foto: reprodução Twitter F-1 A Federação Internacional de Automobilismo (Fia, na sigla em francês) anunciou nesta quinta o cancelamento do Grande Prêmio da Austrália de Fórmula 1, programado para acontecer no próximo domingo (15). Segundo … Leia Mais


Copa do Brasil: Vitória sofre diante do Ceará e perde de 1×0

Ataque rubro-negro praticamente não tocou na bola no Castelão (Xandy Rodrigues / Estadão Conteúdo) O Vitória se encolheu diante do Ceará, na Arena Castelão, e praticamente não atacou. No final, retorna de Fortaleza com uma derrota de 1×0 no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil – de bom tamanho para ainda garantir … Leia Mais


Peneira é realizada no Estádio Municipal de São Felipe


O Professor kako da Escolinha Craques do Futuro promoveu na manhã do ultimo domingo (08/03), no estádio municipal de São Felipe uma seletiva para atletas nascidos de 2000 a 2009 nas categorias masculino e feminino. A peneira foi realizada em parceria com o FEF (Futebol Em Foco), através do professor Sete.

Veja a seguir o vídeo com as entrevistas com os participantes no evento:

 




Com lei do ex em dose dupla, Vitória bate o CRB no Barradão


O Vitória venceu o CRB por 2 a 1, nesta quinta-feira (27), no Barradão, em confronto válido pela Copa do Nordeste. E o resultado contou com uma dose dupla da lei do ex. Os gols do Leão foram marcados por Léo Ceará e Alisson Farias, que jogaram no time alagoano na temporada passada.

Com o resultado, o Vitória chegou aos nove pontos e agora ocupa a segunda colocação do Grupo B.

Agora, a equipe principal do Vitória volta suas atenções para a Copa do Brasil. O time rubro-negro encara o Lagarto, na próxima quinta (5), às 19h15, no Barradão. Pelo Nordestão, a equipe volta a campo no dia 8 de março, um domingo, às 18h, contra o ABC, no Frasqueirão.

O JOGO

O Vitória criou a primeira chance em cobrança de falta. Aos quatro minutos, Carleto soltou a bomba de fora da área e Edson Mardden espalmou para escanteio.

Aos nove, Igor jogou na área do Vitória. Carlos Jatobá raspou de cabeça. A bola bateu na defesa dos donos da casa e voltou para Jatobá, que chutou rasteiro. A bola passou próxima do gol de Ronaldo.

O Vitória começou a atacar com mais intensidade. Aos 22, Carleto cobrou escanteio e rolou para trás. Jonathan Bocão chutou forte e a bola tocou no braço de Claudinei dentro da área e os atletas do Leão pediram pênalti. O árbitro ignorou os pedidos e marcou apenas impedimento.

A “lei do ex” entrou em ação nesta quinta-feira. O atacante Léo Ceará, que defendeu o CRB na temporada, passada, abriu o placar no Barradão aos 26 minutos. Carleto fez um belo lançamento para o atacante, que dominou, passou por Xandão, chutou no canto direito de Mardden e estufou às redes.

O CRB tentou o empate. Aos 36, Luidy recebeu cruzamento de Léo Gamalho e chutou, mas o lateral Jonathan Bocão tirou em cima da linha. Aos 45, a melhor chance do time alagoano. Léo Gamalho chutou cruzado e a bola explodiu na trave.

Segundo tempo
O técnico Geninho fez uma alteração no intervalo. Ele sacou Jean e promoveu a entrada de Gerson Magrão.
O CRB empatou aos três minutos em cobrança de falta. Xandão soltou uma bomba, Ronaldo pulou atrasado e a bola parou no fundo da rede.

A lei do ex não costuma a falhar. E ela pintou no Barradão novamente aos sete minutos. Alisson Farias, que assim como Léo Ceará, atuou pelo CRB no ano passado, recebeu a bola, chutou no cantinho e saiu para comemorar o gol.

O Vitória teve a chance de ampliar em duas oportunidades seguidas, ambas com Gerson Magrão. Aos oito, Edson Mardden bobeou e deu um passe para ele. Sozinho, o volante chutou por cima do gol. Um minuto depois, Magrão recebeu na entrada da área, chutou forte e mandou por cima da meta.

As duas equipes não deixaram de atacar. Aos 16, Longuine recebeu na área do Vitória, fez o corte e arrematou com força. Ronaldo conseguiu espalmar e afastou o perigo. O Leão respondeu aos 20.  Carleto cobrou o escanteio com perfeição, Léo Ceará apareceu livre e cabeceou. A bola passou muito perto da trave esquerda de Edson Mardden.

O Vitória ainda teve quatro oportunidades de ampliar no final da partida. Três com Júnior Viçosa no final da partida, que teve dois chutes defendidos pelo goleiro do CRB, e um para fora. Já última chance foi com Gérson Magrão, que acertou a trave. E o jogo terminou com o placar de 2 a 1 para o Leão.

FICHA TÉCNICA
Vitória 2 x 1 CRB
Copa do Nordeste – 5ª rodada

Local: Barradão, em Salvador
Data: 27/02/2020 (quinta-feira)

Horário: 20h

Árbitro: Antônio Magno Lima (CE)
Assistentes: Anderson Moreira de Farias (CE) e Yuri Rodrigues Cunha (CE)
Cartões amarelos: Léo Ceará e João Victor (Vitória); Igor e Xandão (CRB)
Cartão vermelho: Rafael Carioca (Vitória)
Gols: Léo Ceará e Alisson Farias (Vitória)

Vitória: Ronaldo; Jonathan Bocão, João Victor, Maurício Ramos e Thiago Carleto; Jean (Gerson Magrão), Guilherme Rend e Fernando Neto (Rodrigo Andrade); Vico, Alisson Farias e Léo Ceará (Júnior Viçosa). Técnico: Geninho.

CRB: Edson Mardden; Lucas Mendes, Thalisson Kelven, Xandão e Igor Cariús; Claudinei, Carlos Jatobá (
Bruno Cosendey) e Rafael Longuine; Luidy (João Carlos), Dudu (Bruno Lopes) e Léo Gamalho. Técnico: Marcelo Cabo.


Bahia avança na Copa Sul-Americana ao vencer as duas partidas contra Nacional no Paraguai


                    Bahia voltou a vencer o Nacional-PAR e se garantiu na segunda fase da Copa Sul-Americana (Foto: Divulgação/EC Bahia)

Se é verdade que a primeira vez é inesquecível, a noite desta quarta-feira (26) vai demorar para sair do imaginário tricolor. Em sua estreia em jogos oficiais no Paraguai, o Bahia venceu o Nacional por 3×1 – 6×1 no agregado dos dois jogos, conquistou o primeiro triunfo fora do Brasil na história e se garantiu na segunda fase da Copa Sul-Americana.

Élber e Gilberto (duas vezes) marcaram os gols do Esquadrão, enquanto Villagra, de pênalti, descontou para os paraguaios. O adversário na segunda fase será conhecido através de sorteio que está marcado para acontecer no dia 13 de maio.

O JOGO
Com uma vantagem confortável depois de vencer o jogo de ida por 3×0 na Fonte Nova, o Bahia poderia até perder por dois gols de diferença que ainda que ainda assim avançaria no torneio. Mas nem parecia que era o Nacional quem tinha que partir para o ataque.

Superior tecnicamente, o Bahia não precisou de muito para deixar a sua situação no confronto ainda mais confortável. Com apenas um minuto, Rossi aproveitou o cochilo da defesa paraguaia e rolou para Élber. Sozinho na grande área o atacante chutou fraco e goleiro Rojas mandou para escanteio. Não fez falta.

Um minuto depois o mesmo Rossi acertou belo lançamento para Élber. O camisa sete invadiu em velocidade e só tocou na saída de Rojas para abrir o placar.

Em situação difícil, o Nacional tentou pressionar o Bahia, mas teve pouco sucesso. Nas melhores chances dos paraguaios, Anderson conseguiu fazer boas intervenções. Enquanto isso, o Bahia seguiu objetivo no ataque.

Aos 31 minutos, João Pedro cruzou na área, o zagueiro do Nacional cortou com a mão e o juiz deu pênalti. Na cobrança, Gilberto marcou o segundo do Bahia.

O que já era bom ficou ainda melhor quando Juninho Capixaba acionou Rossi na esquerda. O atacante cruzou rasteiro e Gilberto, livre, tocou para o fundo das redes e anotou o terceiro do Bahia na partida.

SÓ ADMINISTROU
Precisando de uma virada digna de filme, o Nacional se beneficiou de uma marcação errada logo no início da segunda etapa. Na disputa pelo alto, Lucas Fonseca cortou de cabeça e o árbitro argentino Patrício Loustau marcou pênalti alegando toque de mão. Villagra foi para a cobrança e descontou para os paraguaios aos cinco minutos.

Apesar do gol, o Bahia seguiu tranquilo na partida e tirou um pouco da intensidade do duelo. Roger aproveitou para colocar Fernandão na vaga de Gilberto. Mas foi Arthur Caíke quem quase anotou o quarto. Ele chegou atrasado e não conseguiu completar o cruzamento de João Pedro.

Já aos 33 minutos foi o próprio Fernandão quem perdeu chance incrível. O goleiro Rojas deu rebote nos pés do camisa 20, mas ele não conseguiu dominar e perdeu a oportunidade de marcar o gol. Já aos 44 o atacante chutou forte e acertou a trave.

Sem ser ameaçado pelo Nacional, o Bahia apenas administrou o resultado e comemorou a vitória e classificação para a segunda fase da Copa Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA
Nacional-PAR 1×3 Bahia
Copa Sul-Americana- 1ª fase (jogo de volta)

Local: Estádio Luis Alfonso Giagni, em Villa Elisa
Data: 26/02/2020 (quarta-feira)
Horário: 19h15
Árbitro: Patricio Loustau (ARG)
Auxiliares: Maximiliano del Yesso e Facundo Rodríguez (ambos da ARG)

Cartões amarelos: Cabral, Franco, Benítez, Espínola (Nacional-PAR) / Juninho Capixaba, Arthur Caíke (Bahia)

Gols: Villagra (Nacional-PAR) / Élber, Gilberto, duas vezes (Bahia)

Nacional-PAR: Santiago Rojas; Juan Franco, Hugo Espínola, Luís Cabral e Farid Díaz; Cristián Riveros, Edgar Zaracho e Franco Costa (Ernesto Álvarez); Julián Benítez (Danilo Santacruz), Leonardo Villagra (Enrique Borja) e Guillermo Beltrán. Técnico: Roberto Torres.

Bahia: Anderson; João Pedro, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Flávio e Rossi; Clayson (Arthur Caíke), Élber (Daniel) e Gilberto (Fernandão). Técnico: Roger Machado.