Ex-vereador Bibi Neiva e o Assessor do deputado federal Felix Mendonça, visitam São Felipe e a Radio São Felipe FM

O ex-vereador Almir Albano, “Bibizinho”, atual coordenador da diretoria administrativa da SEAGRI/BA, juntamente com o Senhor Luís Beck, assessor do deputado federal Felix Mendonça, visitaram o município de São Felipe e a Radio São Felipe FM, neste sábado (21/04) feriadão de Tiradentes. Bibizinho, se diz muito feliz, com a nova estrutura da emissora, e se … Leia Mais



EQUIPE DA SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL MARCA PRESENÇA NO SEMINÁRIO DIÁLOGOS SOBRE A PRIMEIRA INFÂNCIA NO SUAS

A Sub Secretária da Assistência Social. de São Felipe, Marize Nunes, juntamente com a coordenadora do CRAS, Nilma Caldas, Supervisora do Programa Criança Feliz, Aliane da Fé e assessora de Assistência Social, Elizabete Reis, participaram do Seminário Diálogos sobre a Primeira Infância no SUAS, promovido pela Superintendência de Assistência Social da Secretaria de Justiça, Direitos … Leia Mais


Usuários do Planserv reclamam de falta de assistência

Os usuários do Planserv (Plano de assistência à saúde dos Servidores Público Estaduais), da Bahia, têm buscado os meios de comunicações para reclamar da desassistência do Plano. “Está difícil, nem exame simples estamos conseguindo fazer, quando chegamos nas clinicas para marcar o atendimento, o sistema está sempre com problema.  Já fiz várias tentativas em clinicas … Leia Mais



São Felipe BA: Secretário Municipal de Obras, Zé Luís, participa do Programa JC Repórter segunda-feira (16/04)


O Secretário Municipal de Obras de São Felipe, Zé Luís, estará nesta segunda-feira ao meio dia, no Programa JC Repórter, na Rádio São Felipe FM. Na oportunidade ele irá falar sobre as ações da Secretaria e planejamento para essa parte final do primeiro semestre. A população pode participar através dos telefones: (75) 3628-3446 / 98822-7691 e WhatsApp: (75)99840-5052. Sintonize a 87.9Mhz e curta nova programa da emissora. Você também pode escutar a radio através da internet, acessando www.saofelipefm.com.br, www.jcreporter.com.br, e o radiosnet.


Morre empresária Célia Lolata, diretora e fundadora do Colégio Montessori em Cruz das Almas


Ela enfrentava problemas de saúde e lutava pela vida.

Morreu, na tarde desta terça-feira, 10 de abril, em Salvador, a empresária Célia Lúcia Valente Lolata. Tia Célia como carinhosamente era chamada, enfrentava problemas de saúde e lutava pela vida em um hospital da capital baiana, mas acabou não resistindo. Casada com o ex-bancário Dirceu e mãe de três filhos, Alex, Poliana e Priscila, Célia era uma pessoa maravilhosa e bem relacionada, como relatam as pessoas mais próximas, além de ser diretora e fundadora do Colégio Montessori, com mais de 25 anos de relevantes serviços prestados a educação no município de Cruz das Almas. O velório será realizado na Câmara de Vereadores nesta quarta-feira, a partir das 9h. O sepultamento está marcado para às 17h, no Cemitério Jardim da Paz. (Forte na Noticia)




Itagimirim: Agricultores colhem mandioca gigante no sul da Bahia


Itagimirim: Agricultores colhem mandioca gigante no sul da Bahia

Trabalhadores rurais de União Baiana, distrito de Itagimirim, foram surpreendidos na última quarta-feira (4) com uma mandioca gigante. Além da colheita recorde este ano, o tubérculo de 2,55 metros de comprimento e de 16 quilos foi colhido na região. “Terra fértil, bem tratada e clima perfeito garantiram uma boa colheita”, comemorou o presidente da Associação de Agricultores do distrito, Agnevaldo Cardoso, ao Radar 64. A mandioca gigante foi encaminhada para a casa de farinha local e de lá se tornará um dos produtos que garantem a sobrevivência de cerca de 120 famílias de agricultores. (BN)




Edital de alianças produtivas é apresentado na Bacia do Rio Grande para alavancar desenvolvimento rural na região


Estimular o crescimento produtivo da agricultura familiar, por meio de parcerias com o setor privado é uma das ações estratégicas do Governo do Estado para alavancar o desenvolvimento rural da Bahia. Com essa premissa, Wilson Dias, diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), participou, nesta quinta-feira (05), de encontros nos municípios de Barreiras e Wanderley, Território de Identidade Bacia do Rio Grande, com o objetivo de esclarecer dúvidas referentes ao Edital Alianças Produtivas, do projeto Bahia Produtiva.

Dias observou que as cadeias produtivas da piscicultura e do leite são destaque na Bacia do Rio Grande, lembrando que é de fundamental importância continuar incentivando e dinamizando o crescimento delas: “Nós precisamos estimular as principais cadeias produtivas da agricultura familiar, sobretudo nesse território, em que as pessoas normalmente entendem que a agricultura familiar não se destaca dentro dessa produção. O nosso papel é dar essa visibilidade a essa produção, mostrar que ela existe e que tem o potencial para se desenvolver e gerar mais renda e qualidade de vida para as famílias”.

O edital Alianças Produtivas Territoriais está com as inscrições abertas até o dia 4 de maio, pelo site: www.car.ba.gov.br, e prevê investimentos de R$ 60 milhões no potencial produtivo do rural baiano. Este é primeiro edital na Bahia de apoio às associações e cooperativas da agricultura familiar, tendo como foco a relação comercial destas cooperativas e associações com compradores do setor privado, incentivando a inclusão no mercado e atraindo empresas privadas para as oportunidades de negócio.

Jair Fernandes Souza, presidente da Cooperativa dos Piscicultores de Barreiras (Coopeixe), disse está esperançoso com a oportunidade de acessar recursos que ajudarão no desenvolvimento produtivo da cooperativa: “Vamos nos inscrever no edital, pois apostamos que esse arranjo de alianças vai dar certo”.

Antônio do Carmo, presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em Barreiras, afirmou: “estamos disponíveis para contribuir e ajudar a fomentar o protagonismo da piscicultura na região.

Já Ângela Francisca Pinto, presidente da Associação dos Produtores de Leite e Culturas Irrigadas (Proleite) enfatizou que não é possível progredir produzindo de maneira isolada: “Quando a gente trabalha junto as coisas acontecem. Muito bom ter a presença da CAR/SDR perto dos produtores, afinal Wanderley tem uma base sólida de produção de leite, aqui é uma região propícia e sabemos que a união é que faz a força. Com o Edital Alianças Produtivas a tendência é crescer”.

Participaram das reuniões representantes da Cooperativa Mista dos Agricultores Familiares (Coomaf), Cooperativa dos Piscicultores de Barreiras (Coopeixe), Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater/SDR), Distrito de Irrigação Barreiras Sul (DISB), Codevasf, Cooperativa de Produtores de Leite do Oeste (Cooperleite), Associação da Agricultura Familiar Solidaria de Baianópolis (Agrifamsol) e outros produtores de leite do Território Bacia do Rio Grande. ASCOM


Sem Lula, qualquer nome indicado pelo PT deve ir para o 2º turno, avalia analista


Quando o escândalo do Mensalão inviabilizou a candidatura à presidência da República de figuras da proa do PT como Antonio Palocci, José Dirceu e José Genoino, em 2010, o apoio do até então presidente Luiz Inácio Lula da Silva elegeu Dilma Rousseff, que não tinha expressão política que a gabaritasse como candidata de primeira escolha. Provavelmente fora da jogada após sua prisão decretada pela Justiça, Lula pode, assim como 2010, novamente decidir a eleição por meio de apoio. É o que acredita o historiador político Carlos Zacarias, que defende a ideia que o candidato escolhido pelo ex-presidente em 2018 pode ter um rumo já conhecido pelos brasileiros. “Importada do PDT e sem tradição nenhuma dentro do partido, Dilma dificilmente seria presidente. Lula elegeu sua candidata e, provavelmente fora da disputa deste ano, tem a capacidade de indicar alguém que pode vir a fazer o papel que Dilma fez em 2010”. Para o professor da Universidade Federal da Bahia, qualquer nome adotado pelo ex-presidente pode herdar boa parte dos votos do PT. “Qualquer candidato que surja no partido provavelmente aparecerá tão forte quanto o que ocupa o primeiro lugar das pesquisas hoje sem Lula”, prevê o pesquisador que idealizou a disciplia do “Golpe de 2016” na Ufba. “Claro que alguns votos serão perdidos no processo e outros vão migrar para candidaturas com discursos de esquerda com o a de Ciro Gomes (PDT) e Guilherme Boulos (PSOL), mas há uma quantidade de votos importante que vai ficar no PT, independente de qualquer candidato que se venha substituir Lula”.

Ainda de acordo com Zacarias, a figura do ex-presidente deve ganhar força após a prisão decretada nesta quinta-feira (5). “A experiência de interrupção do PT em 2016 salvaguardou a imagem de Lula para a posteridade”, falou. Caso escolha não apoiar uma das candidaturas de grupos aliados, o PT pode viabilizar a disputa de nomes como Fernando Haddad, Celso Amorim e Jaques Wagner, acredita o estudioso. Independente do nome, Zacarias crava uma única certeza: “Qualquer nome indicado por Lula vai entrar na corrida eleitoral na campanha com grandes chances de ir para o segundo turno”. (por Lucas Arraz – Bahia Notícias)