Governador Mangabeira: Jovem de 18 anos sofre tentativa de homicídio

Na madrugada desta quarta-feira, 22, um jovem de 18 anos deu entrada no Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus (HRSAJ) vítima de tentativa de homicídio, na localidade de Mão Divina, zona rural de Governador Mangabeira. Anderson Barbosa Alves, morador de Cruz das Almas, relatou a Polícia Civil que dois homens armados em uma motocicleta … Leia Mais


Representantes do SOS Rio Jaguaripe se reúne com o Promotor Dr. Julimar

Representantes do Movimento SOS Rio Jaguaripe se reuniram na tarde desta ultima terça-feira (21/01), com o Promotor Dr. Julimar Barreto, na cidade de Santo Antônio de Jesus. Participaram da reunião a Sra. Mara e Tania, Renato Rocha, Marco Sitael. Após as apresentações, Renato Rocha, membro do SOS Rio Jaguaripe,  questionou sobre a situação saneamento básico, … Leia Mais



Homem morre afogado no Rio Paraguaçu em Santo Estevão

Foto: Enviada pelo WhatsApp Na manhã desta terça-feira (21), a Delegada Lia Mara Paim juntamente com peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) se deslocaram para o município de Santo Estevão, onde realizaram o levantamento cadavérico de Giovanni Santana Silva de 24 anos. Giovanni morava na zona rural de Santo Estevão e morreu vítima de … Leia Mais



Acidente de ônibus entre Euclides da Cunha e Canudos deixa Quatro pessoas mortas e outras feridas


Foto: Reprodução/ Redes sociais

Um acidente de ônibus deixou pelo menos quatro pessoas mortas na tarde desta segunda-feira (20), na BR-116, entre Euclides da Cunha e o distrito Bendegó, que pertence à cidade de Canudos. O veículo, que tinha placa de Osasco (SP), tombou nas imediações do povoado São Bento.

De acordo com o Notícias de Santaluz, as quatro vítimas que morreram no local foram identificadas pela polícia como Maria Aparecida Farias, Maria de Lurdes Florentino, José Roberto Carvalho e Sônia Alcântara. Eles fariam parte de um grupo de missionários de São Paulo que viajava no ônibus com destino ao município de Exu, em Pernambuco.

Várias vítimas ficaram feridas, algumas com lesões graves, e foram levadas para um hospital em Euclides da Cunha. O número de pessoas machucadas e o estado de saúde delas ainda não foram confirmados, assim como o que teria provocado o acidente. O caso será investigado pela Polícia Civil. (Bocão News)Foto: Reprodução/ Redes sociais


Brasil é o 3º país em que pessoas passam mais tempo em aplicativos


© Istock

As pessoas passaram 3 horas e 40 minutos, em média, utilizando aplicativos (também conhecidos como apps) em 2019. O índice é 35% maior do que em 2017. As informações são do principal relatório sobre o tema no mundo, da consultoria App Annie. A edição de 2020 foi divulgada ontem (15).

O Brasil ficou na terceira colocação no ranking dos países em termos de tempo gasto em apps, levemente acima da média, com 3 horas e 45 minutos.

O país foi superado pela China, onde as pessoas mexem com esses programas durante quase 4 horas, e a Indonésia, onde o tempo diário chegou a 4 horas e 40 minutos. Em seguida, vêm a Coreia do Sul (3h40) e Índia (3h30).

Na comparação entre 2019 e 2017, a China obteve a maior ampliação (60%), seguida pela Índia, o Canadá e a França (25%), a Indonésia (20%) e o Brasil, a Alemanha, Coreia do Sul, o Japão e Reino Unido (15%).

No recorte por idade, a chamada geração Z (nascida entre 1997 e 2012) passou 3 horas e 46 minutos por app por mês e teve 150 sessões por mês nos principais aplicativos.

download anual de aplicativos cresceu 45% nos últimos três anos: saiu de 140 bilhões em 2016 para chegar a quase 204 bilhões em 2019.

No Brasil, esse aumento foi de 40%, atingindo cerca de 5 bi no ano passado. Entre as nações, o maior aumento no período foi da Índia: 190%.

Os apps de finanças foram acessados 1 trilhão de vezes em 2019, um crescimento de 100% na comparação com 2017. O Brasil também ficou em terceiro no ranking desse tipo de programa, atrás apenas da Índia e da China.

Mas enquanto alguns países já têm a maioria de acessos em carteiras virtuais (China e Coreia do Sul), no Brasil e em outros (como Indonésia, França e Alemanha) as transações digitais são realizadas em sua maioria por apps de bancos. Os apps mais baixados nessa categoria foram Nubank, FGTS, Picpay, Caixa e Mercadopago.

O Brasil seguiu na terceira colocação também no ranking do crescimento em tempo gasto em apps de compras, atrás da Índia e Indonésia.

Entre 2018 e 2019, os brasileiros ampliaram em 32% a sua presença nesse tipo de ferramenta. Os apps mais baixados com essa finalidade foram Mercadolivre, Americanas, Magazine Luiza, AliExpress e Wish.

A colocação foi mantida também no caso dos apps de entrega de comida. O número de sessões nesse tipo de ferramenta entre os usuários daqui foi de 8 bilhões, ficando atrás dos Estados Unidos (10 bi) e da Indonésia (20 bi).

Nas aplicações voltadas ao entretenimento, o Brasil ficou em 7º lugar no ranking de crescimento entre 2018 e 2019, ainda assim com um índice de 32%.

Entre os locais onde o uso desse tipo de app foi maior estão Índia (78%), França (60%) e Japão (58%). Os mais baixados dessa modalidade foram Netflix, Youtube Go, Amazon PrimeVideo, Globoplay e Viki.

Entre as redes sociais, o estudo não divulgou ranking mundial, mas registrou a força do app chinês Tik Tok. A lista de mais baixados no Brasil é formada por Whatsapp, Status Saver, Snapchat, Telegram e Hago.

Já os gastos com aplicativos aumentaram 110%, passando de US$ 55 bilhões para US$ 120 bilhões no mesmo período. Os jogos são responsáveis por 72% do faturamento. A China aumentou 190% nos últimos três anos, chegando a acumular 40% do mercado mundial.

Em 2019, foram gastos US$ 190 bilhões em publicidade em dispositivos móveis. Neste ano, a projeção da consultoria é de que essa movimentação chegue a US$ 240 bilhões.

O documento destaca o papel dos apps no ambiente interconectado que vem sendo chamado de Internet das Coisas. Nos Estados Unidos, os apps mais baixados para esse tipo ecossistema foram os assistentes Alexa e Google Home, o agregador de serviços audiovisuais Roku, o sistema de videogame Xbox, o sistema de segurança doméstica Ring e o aplicativo vinculado a um relógio conectado Fitbit.

(Notícias ao Minuto)


Bolsonaro fica preocupado com reportagem e pede explicações a chefe da Secom


                                                                                         Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro ficou incomodado com a repercussão da reportagem do jornal Folha de São Paulo que revelou possível conflito de interesses na atuação do chefe da Secom (Secretaria de Comunicação Social da Presidência), Fabio Wajngarten.

Fábio é sócio de uma empresa que presta consultorias para emissoras televisivas e agências de publicidade que possuem contratos milionários com o Governo Federal.

De acordo com a Folha, Bolsonaro passou esta quarta-feira (15) toda em conversas para decidir o futuro de Wajngarten, que negou irregularidades.

Primeiro ele ouviu o ministro da CGU (Controladoria-Geral da União), Wagner Rosário, que alertou o presidente sobre a gravidade do caso, e depois teve reuniões com o chefe da Secretaria-Geral, Jorge Oliveira, e o da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos.

Agora, o presidente ouvirá a equipe jurídica e pediu a Wajngarten sua declaração de Imposto de Renda e de outros documentos que comprovem que não há qualquer indício de irregularidade.

(Bahia.Ba)


Segunda morte suspeita por cerveja contaminada foi identificada em cidade mineira


                          Foto: Divulgação

Uma mulher morreu com sintomas da síndrome nefroneural, causada pela intoxicação por dietilenoglicol, substância que foi encontrada em garrafas da cerveja Belorizontina, da Backer. Ela é a segunda vítima da contaminação. 

A mulher era moradora de Pompéu (a 174 km de Belo Horizonte). A informação é da prefeitura do município mineiro.

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que “procurada, a Secretaria de Estado da Saúde não deu informações sobre a suposta segunda morte. Ainda sem a informação dessa paciente de Pompéu, o governo mineiro informou que são 17 os pacientes sob investigação. Desse total, quatro foram confirmados, com uma morte, e os demais ainda estão em apuração.”

A diretora de marketing da Backer, Paula Lebbos, disse: “eu peço que não bebam a Belorizontina e Capixaba, qualquer que seja o lote (…) Estou sem dormir, preocupada, assustada e muito triste com tudo que aconteceu a essas pessoas.” 

A matéria ainda sublinha que “Lebbos afirmou que a empresa passa por vistorias constantes, todas auditadas, e que prefere não fazer julgamentos sobre o que pode ter causado a contaminação.” (Brasil247)


Restituição do DPVAT, para quem pagou valor mais caro, iniciará no dia 15


                                             – Foto: Arquivo/Agência Brasil

Com a decisão do presidente do Supremo Federal, ministro Dias Tofolli, que autorizou na semana passada a redução dos valores do seguro obrigatório DPVAT 2020, os donos de veículos que pagaram o seguro, antes da redução do valor, podem solicitar a restituição da diferença paga. A redução chega a 86% no valor do seguro. Para quem tem carro, por exemplo, o valor passou de R$ 16,21 para R$ 5,23.  Com a decisão do presidente do Supremo Federal, ministro Dias Tofolli, que autorizou na semana passada a redução dos valores do seguro obrigatório DPVAT 2020, os donos de veículos que pagaram o seguro, antes da redução do valor, podem solicitar a restituição da diferença paga. A redução chega a 86% no valor do seguro. Para quem tem carro, por exemplo, o valor passou de R$ 16,21 para R$ 5,23.  Com a decisão do presidente do Supremo Federal, ministro Dias Tofolli, que autorizou na semana passada a redução dos valores do seguro obrigatório DPVAT 2020, os donos de veículos que pagaram o seguro, antes da redução do valor, podem solicitar a restituição da diferença paga. A redução chega a 86% no valor do seguro. Para quem tem carro, por exemplo, o valor passou de R$ 16,21 para R$ 5,23. 

O DPVAT é o seguro obrigatório para danos pessoais que deve ser pago todo ano pelos donos de veículos. Quando ocorre algum acidente de trânsito com morte, invalidez permanente ou ferimentos de menor gravidade, quem pagou o DPVAT tem direito a receber uma indenização que vai de R$ 2.700 a R$ 13.500. 

A seguradora Líder, que é responsável pelo DPVAT, vai restituir a diferença do valor deste ano para quem já quitou o seguro. O pedido pode ser feito pela internet e o dinheiro será devolvido por meio de depósito em conta corrente ou conta poupança do proprietário do veículo. Para pedir a restituição do  DPVAT é preciso informar o CPF ou CNPJ do dono do veículo, Renavam, e-mail e telefone de contato. O proprietário também deve informar quando pagou o  DPVAT 2020, qual o valor pago e os dados bancários para restituição.

O pedido será processado em até dois dias úteis e o pagamento será efeito logo em seguida. O recurso estará disponível por meio do endereço restituicao.dpvatsegurodotransito.com.br a partir de 15 de janeiro. É importante destacar que o site receberá somente os pedidos de restituição da diferença de valores pagos referente ao Seguro DPVAT 2020.

Para o proprietário que pagou o Seguro DPVAT 2020 duas ou mais vezes, a solicitação da restituição destes valores deve ser feita pelo https://www.seguradoralider.com.br/Contato/Duvidas-Reclamacoes-e-Sugestoes.

Os proprietários de frotas de veículos devem enviar um e-mail para [email protected]