Ex-papa Bento XVI está gravemente doente, diz jornal

Foto: Direito Reservados O ex-papa Bento XVI está gravemente doente depois de retornar ao Vaticano de uma visita à Alemanha, informou hoje (3) o jornal alemão Passauer Neuer Presse, citando o biógrafo do ex-pontífice. Bento XVI, de 93 anos, está bastante frágil e sua voz é praticamente inaudível, disse o autor Peter Seewald ao jornal. Mas … Leia Mais


Produção da vacina de Oxford no Brasil custará R$ 1,8 bi por acordo e estrutura

Foto: Reprodução O Ministério da Saúde está pretendendo investir R$ 1,8 bilhão para começar a produzir a vacina da farmacêutica AstraZeneca contra o novo coronavírus, cujos testes são conduzidos pela Universidade de Oxford. Desse valor, R$ 522 milhões irão para a estrutura da unidade da Fiocruz que produz imunobiológicos, a Bio-Manguinhos, e R$ 1,3 bilhão … Leia Mais



Novo vírus da gripe com ‘potencial pandêmico’ é encontrado na China

Cientistas descobriram evidências de infecção recente em pessoas que trabalhavam na indústria suína na China — Foto: Getty Images.BBC Uma nova cepa do vírus da gripe com potencial de causar uma pandemia foi identificada na China, segundo um novo estudo. Essa linhagem surgiu recentemente e tem os porcos como hospedeiros, mas pode infectar seres humanos, … Leia Mais



Nossa galáxia tem seis bilhões de planetas com vida, diz estudo


                                                                      © DR

Um grupo de investigadores da Universidade de British Columbia, no Canadá, publicou um estudo onde indica que é possível que seis bilhões de planetas semelhantes à Terra na nossa galáxia contenham vida alienígena.

O estudo baseou-se em dados da missão Kepler da NASA e aponta para que apenas uma parte dos planetas da nossa galáxia contenham algum tipo de vida. Vale lembrar que se estima que só na nossa galáxia existam cerca de 400 bilhões de estrelas, com cada uma delas sendo orbitada pelos seus planetas.

Os investigadores notaram no estudo que os planetas semelhantes à Terra (conhecidos como exoplanetas) são de difícil detecção, dado que serão muito pequenos e estarão longe das respectivas estrelas para serem detectados. (Notícias ao Minuto)


“The Chosen”: uma série de TV para você ver e evangelizar


Jesus Cristo em The Chosen (Divulgação)

“The Chosen” [O Escolhido] é uma série de TV sobre a vida de Jesus Cristo contada através dos olhos daqueles que Ele impactou, como Maria Madalena, Simão Pedro e Nicodemos.

Dirigida por Dallas Jenkins, filho do célebre autor de “Deixados para trás”, Jerry Jenkins, e distribuída pela plataforma VidAngel Studios, a obra se tornou a maior série de TV com financiamento coletivo de todos os tempos.

O diretor relata que quando começou a pensar no roteiro, escrito em parceria com Ryan Swanson e Tyler Thompson, ficou “repetidamente emocionado”.

Sobre o porquê produzir uma história já contada várias vezes, ele diz que tem paixão em ouvir uma “velha história” contada novamente, como se fosse a “primeira vez”.

Para Jenkins, muitos projetos sobre Cristo não se aprofundam nos personagens que cercam o mestre e as vezes parecem muito “rígidos e formais”. “Quando assisto aos filmes de Jesus, às vezes é difícil me sentir emocionado”, lamenta.

“The Chosen” busca um olhar sobre a vida de Cristo da perspectiva daqueles que o cercavam e presenciavam os milagres que ele operou.

A primeira temporada possui oito episódios, além do piloto. São eles:

  • The Shepherd (Christmas Special – Pilot) [O pastor (Piloto especial lançado no Natal)]
  • I Have Called You by Name [Eu te chamei pelo teu nome]
  • Shabbat [Sábado]
  • Jesus Loves The Little Children [Jesus ama as criancinhas]
  • The Rock On Which It Is Built [A rocha sobre a qual é construída]
  • The Wedding Gift [O presente de casamento]
  • Indescribable Compassion [Compaixão indescritível]
  • Invitations [Convites]
  • I Am He [Eu sou Ele]

Apoio e aceitação recorde

Quase 300 mil pessoas já se aliaram ao projeto que arrecadou US$ 10 milhões na produção da primeira temporada e já chegou aos US$ 5 milhões para terminar a segunda temporada.

Além dos milhares de apoiadores, a série também tem batido recordes de aceitação e classificação. Ela está na lista das 250 melhores séries de todos os tempos da IMDb ao lado de produções de gigantes do entretenimento como Netflix e HBO.

O CEO da VidAngel, Neal Harmon, revelou à Fox News que a série pretende superar a marca de bilhões de visualizações obtidas por “Game of Thrones” e se tornar a série mais assistida da história.

ASSISTA O TRAILER:

Como assistir?

O primeiro episódio da série foi disponibilizado no Youtube (aqui), mas a melhor forma de assisti-la é instalando o aplicativo oficial do projeto.

Com ele, você poderá transmitir as imagens para sua TV através de dispositivos como Roku, Apple TV, Fire TV ou Chromecast.

Busque por “The Chosen” na Apple Store (aqui), caso você possua algum dispositivo da Apple (iPhone, iPad), ou no Google Play (aqui), caso você tenha um Android.

A série tem dublagem e legenda em português.

Por Neto Gregório / Gospel Prime


Estudo aponta que Coquetel de antivirais reduz em 40% a duração da Covid-19


Combinação de remédios, que inclui uma proteína e três medicamentos usados contra hepatite e HIV, não causou efeitos colaterais graves; todos os 127 pacientes avaliados pelo estudo, feito por cientistas chineses e publicado na revista “Lancet”, se curaram da doença

No estudo, 127 pacientes internados com Covid-19 em hospitais de Hong Kong foram divididos aleatoriamente em um grupo de teste (com 86 pessoas) e um grupo de controle (41 pessoas). Os pacientes do grupo de teste receberam um coquetel de medicamentos antivirais: ribavirina (normalmente usada contra a hepatite C), lopinavir e ritonavir – que costumam ser usados em conjunto para controlar a infecção pelo vírus HIV. O tratamento também incluiu três injeções de interferon beta-1b, uma proteína que controla a inflamação nos tecidos.

Após 7 dias, em média, as pessoas estavam curadas da Covid-19 e não apresentavam mais traços do vírus no organismo – contra 12 dias do grupo de controle. Além de acelerar a cura em 40%, o tratamento também reduziu em 38% o período de hospitalização, que foi de 9 dias em média (contra 14,5 dias no grupo de controle).

Antes de ser publicado no Lancet, o estudo passou pelo processo de revisão por pares (peer review), no qual cientistas que não participaram do trabalho analisam seus métodos e conclusões. O número de pacientes avaliados, 127, corresponde a 80% de todos os casos de hospitalização por Covid-19 em Hong Kong durante o período do estudo, 10 de fevereiro a 20 de março.

Nenhum paciente morreu. É um resultado bem melhor do que o obtido, nos EUA, por um estudo com o medicamento remdesivir – que também reduziu a duração da Covid-19, mas apresentou 8% de óbitos (contra 11,6% no grupo de controle). Ao contrário do remdesivir, que acaba de ser aprovado emergencialmente pela FDA, o coquetel utiliza antivirais que já estão no mercado – e não apresenta, os efeitos colaterais da cloroquina, como problemas cardíacos. No estudo, provocou apenas náusea e diarréia (com exceção de um paciente, que desenvolveu hepatite medicamentosa por causa do lopinavir-ritonavir e teve o tratamento interrompido).

O tratamento foi iniciado em média cinco dias após o surgimento dos sintomas de Covid-19, mas o estudo chinês também incluiu pacientes em estágio mais avançado, que apresentavam sintomas há mais de uma semana.

O estudo seguiu o método open label, ou seja, os médicos e pacientes sabiam quais medicamentos estavam sendo ministrados. Não foi do tipo duplo cego – no qual ninguém, nem mesmo os médicos, sabe quem está recebendo as drogas e quem está tomando placebo (o que gera resultados estatisticamente mais confiáveis).

O grupo de controle também teve uma particularidade: seus 41 pacientes não receberam placebo. “Como um grupo placebo geralmente não é aceito na cultura chinesa (…) o grupo de controle recebeu lopinavir-ritonavir”, escreveram os cientistas. Isso sugere que a ribavirina e o interferon beta-1b sejam cruciais na redução da duração da Covid-19 – mas não dá para afirmar que tenham esse efeito sem a ajuda do lopinavir-ritonavir. Também é possível que, se comparado a um grupo “placebo puro”, sem ação farmacológica, o coquetel de quatro medicamentos se mostrasse ainda mais eficaz. (Superinteressante)


Jogador confessa que matou o próprio filho de cinco anos: ‘eu nunca amei’


Um jogador da Turquia de 32 anos, que defendia o time Bursa Yildirim, das divisões semiprofissionais do país, confessou à polícia nesta terça-feira (12) que assassinou o filho de cinco anos de idade. A vítima estava internada em um hospital sob suspeita do novo coronavírus.

No dia 23 de abril, Cevher Toktas levou o filho Kasim após ele apresentar febre e dificuldade para respirar e ficou internado sob suspeita de covid-19. Horas depois, ele faleceu e, na época, o vírus foi apontado como a causa do óbito. O jogador saiu do hospital sem levantar suspeitas, pois não houve autópsia.

Porém, posteriormente, o zagueiro admitiu a polícia que sufocou o filho no quarto do hopital onde ele estava sendo tratado.

“Coloquei uma almofada na cabeça do meu filho, que estava deitado de costas. Pressionei por 15 minutos sem parar. O meu filho resistiu durante algum tempo. Quando parou de se mexer, levantei a almofada. Então, chamei os médicos para que não suspeitassem de nada”, confessou Cevher Toktas

“Eu nunca amei o meu filho mais novo, desde o nascimento. Não sei o porquê. A única razão pela qual o matei foi porque não o queria. Eu não tenho nenhum problema mental”, afirmou o jogador.

O zagueiro foi preso e irá responder nas próximas semanas por prisão perpétua. (Ibahia)


Bento XVI reclama de tentativas de silenciá-lo e ataca casamento gay


Foto: AP

O papa emérito Bento XVI, conhecido por suas posições tradicionalistas, afirma que seus opositores desejam calar sua voz e volta a criticar o casamento entre pessoas do mesmo sexo, em uma biografia autorizada publicada nesta segunda-feira (4) na Alemanha.

Joseph Ratzinger, 93 anos, alega ser vítima de uma “distorção maligna da realidade” no livro que recebeu o título “Bento XVI – Uma Vida” e que inclui várias entrevistas, de acordo com os trechos publicados pela imprensa alemã e pela agência de notícias DPA.

“O espetáculo de reações vindas da teologia alemã é tão equivocado e mal-intencionado que eu prefiro não falar sobre isto”, afirma.

“Prefiro não analisar as razões reais pelas quais as pessoas desejam silenciar minha voz”, completa.

Casamento gay, aborto e criação da vida em laboratório. Na biografia publicada nesta segunda-feira, Bento XVI reitera a oposição ao casamento gay.

“Há um século seria considerado absurdo falar sobre casamento homossexual. Hoje, quem se opõe a ele é excomungado da sociedade”, afirma. “Acontece a mesma coisa com o aborto e a criação de vida humana em laboratório”, completa.
Ele afirma que, por isso, é “apenas natural” que as pessoas “temam o poder espiritual do anticristo”.

Críticas a Ratzinger
Na Alemanha, onde a Igreja Católica é comandada por clérigos considerados reformistas, Ratzinger é criticado com frequência por suas opiniões sobre o islã ou questões sociais.

Bento XVI, que foi papa entre 2005 e 2013, é acusado de tentar sabotar os esforços de modernização da Igreja de seu sucessor, o papa Francisco.
No livro, Ratzinger afirma, no entanto, que tem boas relações com o atual pontífice. “A amizade pessoal com o papa Francisco não apenas persistiu, como cresceu”, destaca.

Em fevereiro, Bento XVI se viu envolvido em uma polêmica no Vaticano quando seu secretário particular foi afastado do entorno do papa Francisco.

A decisão foi tomada após a publicação de um livro assinado pelo papa emérito e o cardeal guineano ultraconservador Robert Sarah, no qual defendiam o celibato dos padres, um tema polêmico na Igreja.

Alguns consideraram o livro uma tentativa de interferência no pontificado do papa Francisco e, inclusive, um manifesto da ala tradicionalista da Igreja.

Após 48 horas de polêmica, Bento XVI pediu a retirada de seu nome da capa do livro, da introdução e das conclusões. (G1)