Padre Marcelo Rossi é empurrado de palco em missa em São Paulo

Mulher empurrou padre durante missa na Canção Nova (Canção Nova/Reprodução) O padre Marcelo Rossi foi empurrado por uma mulher de 40 anos de um palco enquanto celebrava uma missa na tarde de hoje em Cachoeira Paulista (SP), cidade a duas horas e meia da capital. De acordo com a Canção Nova, realizadora do evento, o … Leia Mais


Jiquiriçá: Padre Sergio deixará o Brasil para assumir missão na França


O Padre Sergio Braga, natural da cidade de Cravolândia, que foi pároco das paróquias São José do Andaiá em Santo Antônio de Jesus, e Sagrado Coração de Jesus em Iaçu, e que assumiu a Paróquia Senhor do Bonfim em Jiquiriça em fevereiro do ano em curso, deixará o Brasil em breve.

Padre Sergio recebeu a notícia nesta quarta-feira (10/07), que foi eleito o segundo conselheiro do Conselho Internacional dos Padres do Prado, e por este motivo, a partir do mês de setembro ele passará a morar em Lyon, na França.

O comunicado oficial aos seus paroquianos em Jiquiriçá, será feito pelo Padre Sergio na missa dominical do próximo domingo, dia 14.

Fonte: Tribuna do Recôncavo





Canonização de Irmã Dulce acontecerá em 13 de outubro, anuncia Dom Murilo Krieger


                                                                                             Foto: Jade Coelho/ Bahia Notícias

Arcebispo metropolitano de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger anunciou, nesta segunda-feira (14), a data em que ocorrerá a canonização de Irmã Dulce. A cerimônia que tornará a beata oficialmente a primeira santa nascida no Brasil acontecerá em 13 de outubro deste ano, às 7h, no Vaticano.

O anúncio de que Dulce dos Pobres seria canonizada foi feito pelo Vaticano no mês de maio deste ano. Conforme anunciado nesta terça por Dom Murillo, o nome de santa de Irmã Dulce será Santa Dulce dos Pobres. (Bahia Noticias)



Vaticano cogita tornar homens casados padres na Amazônia


                                                       Foto: Vatican News

O Vaticano emitiu, nesta segunda-feira (17), um documento que recomenda à Igreja Católica que considere ordenar homens mais velhos, casados e que tenham famílias constituídas, como padres em regiões remotas da Amazônia. A medida se aplicaria àqueles que tiverem, de preferência, ascendência indígena.

O documento também pede que seja identificado algum tipo de ministério oficial que possa ser conferido às mulheres.

Segundo agências internacionais, o documento é a menção mais direta em um documento do Vaticano à possibilidade de que homens casados possam ser padres. Hoje, eles podem exercer a função de diáconos — o diaconato é um dos ministérios da Igreja.

O Papa Francisco afirmou, em entrevista ao jornal alemão “Die Zeit” há cerca de dois anos, que era preciso “refletir” sobre a possibilidade de ordenar os chamados “Viri probati”, expressão em latim para “homens provados” que se refere a homens maduros envolvidos na Igreja e casados.

“Também teríamos que definir que tarefas eles poderiam desempenhar, por exemplo, em comunidades remotas”, afirmou Francisco. (G1)