Remanso: MP abre inquérito e intima investigados na Operação ‘Carro Fantasma’

Envolvidos na Operação “Carro Fantasma”, ex-prefeito e seis vereadores, entre eles o presidente da Câmara de Vereadores, são alvo de novo inquérito do Ministério Público Estadual (MP-BA) sobre formação de quadrilha. São investigados também o chefe de contabilidade da atual gestão, um ex-secretário de administração, um ex-vereador e um ex-pregoeiro. Todos são acusados de participar … Leia Mais


Mulher morre em grave acidente na BA-540 em Amargosa

Um grave acidente deixou uma vítima fatal na noite deste domingo(15), na BA-540, entrada do município de Amargosa. Dois veículos colidiram frontalmente próximo ao Ferro Velho de Mangalô e Hotel Fazenda Colibri. Segundo informações obtidas pela reportagem do AmargosaNews, o acidente ocorreu por volta das 19h40min. Uma Parati, placa policial KPJ-0001, com licença de Amargosa, que seguia sentido … Leia Mais


Prefeito de Amargosa é multado pelo TCM

Na sessão desta quinta-feira (12/04), o Tribunal de Contas dos Municípios julgou procedente a denúncia de cinco vereadores do município de Amargosa contra o prefeito Júlio Pinheiro dos Santos Júnior pela falta de licitação para locação de imóveis de propriedade de servidores públicos municipais, no exercício de 2017. O relator, conselheiro substituto Alex Aleluia, aplicou … Leia Mais



Petrobras anuncia quedas de 0,25% para a gasolina e de 0,18% para o diesel


A nova política de revisão de preços foi divulgada pela petroleira no dia 30 de junho de 2017.
Refueling Car

A Petrobras anunciou que, com o reajuste que entrará em vigor no sábado, 14, o preço médio do litro da gasolina A sem tributo nas refinarias irá para R$ 1,7072, queda de 0,25% ante R$ 1,7115 na média atual. Já o valor médio nacional do litro do diesel A cairá 0,18%, para R$ 1,9837, ante R$ 1,9874. A nova política de revisão de preços foi divulgada pela petroleira no dia 30 de junho de 2017. Com o novo modelo, a Petrobras espera acompanhar as condições do mercado e enfrentar a concorrência de importadores.


Bahia tem 4 mortes por H1N1; vacinação contra a gripe começa dia 23 de abril


 Bahia tem 4 mortes por H1N1; vacinação contra a gripe começa dia 23 de abril

Bahia teve quatro mortes provocadas pela gripe H1N1, até o dia 7 de abril, conforme dados divulgados pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Não foram divulgados dados das vítimas, como sexo, nome e idade. Até a data informada pela Sesab foram notificados 215 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG ), com 18 mortes. Conforme a Sesab, dentre esses casos, 43 foram confirmados para influenza, sendo 36 pelo subtipo A H1N1 e desses, quatro foram a óbito. Ainda conforme a Secretaria de Saúde, três mortes ocorreram em Salvador e uma em Lauro de Freitas, na região metropolitana. A Sesab informou que a capital concentra o maior número de casos da H1N1, 26. Camaçari, também na região metropolitana, tem dois; Dias D´Ávila, Governador Mangabeira, Itabuna, Jacobina, Juazeiro, Lauro de Freitas, São Miguel das Matas e Ubatã com um caso cada um. Segundo o Núcleo Regional de Saúde de Feira de Santana, um bebê de 1 ano e três meses morreu em decorrência da gripe H1N1, na terça-feira (10), na cidade que fica a 100 km de Salvador. Outros dois casos da doença já foram confirmados pelo Núcleo Regional de Saúde. Apesar do município já ter confirmado a morte pela doença, a Secretaria de Estado da Saúde da Bahia (Sesab) informou que ainda investiga as causas. (G1)


Usuários do Planserv reclamam de falta de assistência


Os usuários do Planserv (Plano de assistência à saúde dos Servidores Público Estaduais), da Bahia, têm buscado os meios de comunicações para reclamar da desassistência do Plano. “Está difícil, nem exame simples estamos conseguindo fazer, quando chegamos nas clinicas para marcar o atendimento, o sistema está sempre com problema.  Já fiz várias tentativas em clinicas e cidades diferentes, e é sempre a mesma coisa, o sistema em manutenção, atualização do sistema, entre outras citações que são dados pelo Planserv. Não sabemos mais a quem recorrer, por falta de recurso não pode ser! já que todos os meses os valores são descontados automaticamente em contas. Peço ao governador que veja essa situação ai”, reclama, um servidor do estado usuário do plano.


Coronel justifica sessão especial em “solidariedade a Lula”


O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Ângelo Coronel (PSD) justificou a homenagem que a Casa vai conceder ao ex-presidente Lula, preso no último sábado por conta da Operação Lava Jato, acusado de corrupção e lavagem de dinheiro. A sessão especial em “solidariedade” ao ex-presidente, contará com políticos e integrantes de movimentos sociais e acontece nesta sexta-feira (13) às 10h. Ao responder ao líder da oposição, Luciano Ribeiro, que considerou o ato político, Coronel rebateu. “Estou meio surpresa o líder da oposição achar que foi uma solicitação política, isso aqui é uma Casa política. Nada como você requerer sessões de solidariedade a políticos, no caso de Lula fez muito pela Bahia e Brasil, o melhor presidente da história do Brasil”, afirmou, nesta terça-feira (10) durante coletiva de imprensa sobre as CPIs da AL-BA.

“Sou contrária a prisão e aos ataques que ele tem recebido, então requeri essa sessão especial em desagrado e solidariedade que fez muito pela Bahia. Acredito que o baiano não concorda com essa prisão, porque fere a Constituição. A pessoa tem que ser condenada em todas as instâncias, ainda tem a instância superior que não apreciou os processos contra Lula. Se querem fazer algo contra a Constituição é errado, primeiro tem que mudar e depois aplicar a lei”, disse Coronel.  (Bocão News)




Alice Portugal realiza audiência sobre oferta de curso superior à distância na área da saúde


Nesta quinta-feira (12/04), às 9h, a deputada Alice Portugal (PCdoB/BA) irá realizar Audiência Pública, na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara, para discutir a oferta de curso superior na modalidade de Ensino à Distância para as graduações da área de saúde. Alice é autora do Projeto de Lei N° 7121/2017, que proíbe a autorização e o reconhecimento dos cursos de graduação ministrados à distância na área da saúde.

Para a audiência, foram convidados: o ministro de Estado da Educação; o presidente do Conselho Nacional de Educação, Eduardo Deschamps; o presidente do Conselho Nacional de Saúde, Ronald Santos; o presidente do Conselho Federal de Farmácia, Walter da Silva Jorge João; e o presidente do Conselho Federal de Enfermagem, Manoel Carlos Neri da Silva.

GOLPE NA EDUCAÇÃO

Em dezembro do ano passado, a Comissão de Educação aprovou o PL 5414/2016, que também trata da oferta de curso superior na modalidade EAD na área de saúde. A deputada Alice foi favorável à aprovação da proposta, desde que respeitado um acordo feito entre o Conselho Nacional de Saúde, o Fórum dos Conselhos Federais da Área da Saúde (FCFAS), que reúne 14 entidades de classe, e o Ministério da Educação para que fosse suspensa a abertura de novos cursos à distância no prazo de seis meses até a revisão das diretrizes. Porém, a matéria foi aprovada, numa reunião com a presença apenas do presidente do Colegiado e de um deputado, sem que o acordo fosse acertado. O referido projeto encontra-se em tramitação na Comissão de Seguridade Social e Família e, por isso, a deputada propôs a audiência pública neste Colegiado.

“Entrei com recurso contra essa votação relâmpago deste projeto que ainda estávamos discutindo na Comissão de Educação. Existe um consenso entre as entidades representativas das profissões de saúde de que a graduação à distância dos cursos da área de saúde pode impactar em uma formação inadequada, sem a integração necessária que o acadêmico precisa ter, com o ensino e comunidade. Nós não entendemos qual o elemento original dessa construção de cursos à distância. Isso nos deixa extremamente preocupados com a qualidade do ensino a ser proferido no Brasil”, explica Alice.

SERVIÇO:

Audiência Pública para discutir a oferta de curso superior na modalidade EAD para graduações da área de saúde.

Data: Quinta-feira, 12 de abril de 2018

Horário: às 9h

Local: Plenário 7 da Câmara dos Deputados – Anexo II – Comissão de Seguridade Social e Família.

(Ascom)