São Felipe BA: Em Assembléia Geral APLB Sindicato decide entrar em greve

APLB Sindicato realizou na manhã desta quarta-feira (17/10), no salão paroquial, uma assembléia geral, para discutir a situação dos atrasos salarial. Em por unânime a classe decidiu entrar em greve por tempo indeterminado, a partir de sábado (20/10). Ainda durante a assembléia de hoje, ficou decidido que, uma nova assembléia será realizada na próxima segunda-feira … Leia Mais






APLB – Sindicato divulga nota manifestando indignação ao atraso no pagamento dos profissionais em educação


A NOTA CITA QUE A PREFEITURA DE SÃO FELIPE ATRASA MAIS UMA VEZ O PAGAMENTO DO SALÁRIO DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO.

A APLB-Sindicato de São Felipe manifesta sua indignação com o Poder Público municipal pelo atraso no pagamento do salário do mês de agosto aos trabalhadores e trabalhadoras em educação da rede municipal pública de ensino. Esse episódio passou a ser um recorrente nos últimos três meses, prejudicando diversos servidores que necessitam do salário para atendimento de suas necessidades básicas, como alimentação, moradia, vestuário, assistência médica, etc.

Impreterivelmente, o pagamento do salário deverá ser efetuado, o mais tardar, até o quinto dia útil do mês subsequente ao vencido, diz o §1º do art. 459 da CLT. Não há dúvidas, portanto, sobre o que diz a Constituição e a lei. O pagamento de salários na data aprazada trata-se, por evidente, de direito fundamental e indisponível do trabalhador – o que se configura como questão extremamente salutar, tendo em vista que a não realização do pagamento dos vencimentos na data prevista legalmente afeta a própria dignidade da pessoa.

A APLB-Sindicato compreende que pagar os salários em dia é dever elementar de qualquer administrador público. Quaisquer dos motivos alegados pelo prefeito não se mostram razoáveis e sua atitude demonstra indiferença e desprezo pelos funcionários públicos, professores, porteiros, vigilantes, auxiliares de serviços gerais, coordenadores pedagógicos, diretores, vice diretores, secretários escolares, merendeiras, auxiliares de creche, motoristas e servidores em geral que dedicam boa parte de sua vida no atendimento à população.

Esperamos que o prefeito de São Felipe resolva o quanto antes esta situação, pois isso está causando danos severos aos servidores públicos municipais que até a presente data não receberam o pagamento do salário do mês de agosto.

São Felipe, 12 de setembro de 2018

APLB-Sindicato