Dom Macedo Costa: Agricultores se habilitam para vender produtos à merenda escolar

Os agricultores familiares de Dom Macedo Costa têm oportunidade de vender seus produtos para a gestão pública do município. Com aquisição direta da Agricultura Familiar, realizada pela Prefeitura por meio do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), desde o ano passado, um número expressivo de produtores rurais tornaram-se fornecedores de gêneros alimentícios para a composição … Leia Mais




DMC: Prefeito Guito e deputado Robinson Almeida participam de entrega de cestas do Programa de Aquisição de Alimentos

A Prefeitura de Dom Macedo Costa realizou na tarde de ontem (29) mais uma entrega de cestas do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Ao todo, 150 famílias macedenses foram contempladas com produtos saudáveis, provenientes da agricultura local. Este mês foram comprados R$ 14.748,00 em alimentos com os produtores rurais. O deputado estadual eleito Robinson … Leia Mais



Dom Macedo Costa: Município apresenta proposta de Lei Orçamentária para 2019


A Prefeitura de Dom Macedo Costa realizou na manhã desta terça-feira (11) a Audiência Pública para apresentação e discussão da Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2019. A reunião aconteceu na Câmara de Vereadores, com a participação do prefeito Egnaldo Piton, secretários, vereadores, membros da equipe gestora e da comunidade.
A discussão da Lei Orçamentária Anual é o momento destinado aos cidadãos ficarem cientes do planejamento financeiro do município, no que se refere aos investimentos a serem realizados pela prefeitura municipal no próximo ano em áreas como Saúde, Educação, Social, Urbanização e Limpeza Pública, proporcionando ainda mais transparência aos atos administrativos da gestão.
A demonstração da proposta orçamentária para 2019 foi feita pela assessoria contábil do município, representada pela técnica Germane Sacerdote, que apresentou os números referentes às despesas obrigatórias em relação à receita prevista para 2019.
Ao final da explanação, foram discutidas formas da gestão incrementar o desenvolvimento econômico do município, especialmente através de iniciativas para a agricultura, como o fomento à Feira da Agricultura Familiar. O prefeito Egnaldo Piton agradeceu os esforços de toda a equipe, que mesmo com a queda nos recursos financeiros repassados para o município, tem realizado de forma satisfatória ações em todos os setores da gestão.
Agora a Lei Orçamentária será encaminhada para a apreciação dos vereadores, em sessão na Câmara Municipal.





Ascom DMC


Dom Macedo Costa agora tem viveiro com mudas melhoradas de cacau


Com o trabalho da Secretaria de Desenvolvimento Rural em Dom Macedo Costa, a agricultura familiar voltou a gerar resultados! Já está instalado o primeiro viveiro de cacau com mudas de espécies melhoradas e totalmente adequadas para a região. O viveiro é resultado do curso de produção de cacau realizado pela Prefeitura de Dom Macedo Costa, em parceria com o SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), através do Sindicato dos Produtores Rurais de Nazaré, e foi construído no Sítio do Gugu, propriedade de Jane Fonseca, na sede do município.
Cada um dos 18 cursistas já recebeu 100 mudas de cacau para serem cultivados em suas localidades. O viveiro permanecerá sendo utilizado nos próximos cursos a serem oferecidos aos produtores macedenses. Em breve, a Secretaria distribuirá mais mudas de cacau, produzidas pela Biofábrica, para os agricultores.

Ascom DMC


Dom Macedo Costa agora tem viveiro com mudas melhoradas de cacau


Com o trabalho da Secretaria de Desenvolvimento Rural em Dom Macedo Costa, a agricultura familiar voltou a gerar resultados! Já está instalado o primeiro viveiro de cacau com mudas de espécies melhoradas e totalmente adequadas para a região. O viveiro é resultado do curso de produção de cacau realizado pela Prefeitura de Dom Macedo Costa, em parceria com o SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), através do Sindicato dos Produtores Rurais de Nazaré, e foi construído no Sítio do Gugu, propriedade de Jane Fonseca, na sede do município.
Cada um dos 18 cursistas já recebeu 100 mudas de cacau para serem cultivados em suas localidades. O viveiro permanecerá sendo utilizado nos próximos cursos a serem oferecidos aos produtores macedenses. Em breve, a Secretaria distribuirá mais mudas de cacau, produzidas pela Biofábrica, para os agricultores.

Ascom DMC


Sonho de ser bailarina é tema de espetáculo de dança em Dom Macedo Costa


10
9
8
7
3761d7cf-096a-441c-be30-af2c5188f654
e4b574c5-ec9e-4f1a-a691-ae38b8cf1d23
4-1
3-1
2-1
1-1

O sonho de ser bailarina em um encantador espetáculo na Quadra de Dom Macedo Costa. Assim foi a apresentação de fim de ano das turmas de balé promovidas pela Secretaria de Assistência Social do município, que aconteceu na noite desta quinta-feira (06). “Nós escolhemos esse tema pensando na realidade da população de Dom Macedo. Idealizamos esse espetáculo pensando no sonho das meninas, no sonho das mães em oportunizar o balé para as filhas. E são as referências desses sonhos que trouxemos para o palco”, revela o professor Woshington Brito, que ministra aulas para as pequenas bailarinas macedenses.

O espetáculo foi dividido em oito cenas, sendo cada uma protagonizada por alunas das atuais oito turmas do balé. Cada cena com música, coreografia e figurinos diferentes. A criação foi ensaiada durante as aulas nos últimos três meses. O espetáculo apresentado esta noite trouxe em sua abertura a apresentação de parte da equipe do Social vestidas de bailarinas. Na sequencia, as coreografias das oito turmas com as crianças do balé, se encerrando com uma dança de todo o grupo, em um momento celebrativo. O prefeito Guito, o vice Senhorziho e a secretária Selma Lemos acompanharam as apresentações.

Para o professor Woshington, que é formado em Dança pela UFBA e também trabalha em instituições da região, este momento afirma o trabalho de qualidade que está sendo ofertado pelo Social do município. “Eu vejo que aqui em Dom Macedo Costa, onde trabalhamos em uma ação pública, que os projetos acontecem na mesma qualidade da iniciativa privada. Os pais sempre dizem que têm visto o resultado, o interesse das meninas. As mães vieram me procurar emocionadas por verem suas filhas no balé. Elas estão deixando claro pra mim que sonhos têm se tornado realidade”.


Dom Macedo Costa se torna palco da identidade negra em evento de promoção da igualdade


Através do Social estamos transformando vidas!” A fala da secretária de Assistência Social, Selma Lemos, resume o que toda a comunidade macedense pode ver na noite da última sexta-feira (30), com a culminância do Projeto “Nosso mundo, Nossa cor”, no II Fórum de Promoção da Igualdade Racial do município. Uma completa demonstração das ações realizadas para o enfrentamento das desigualdades e combate ao racismo.

p3015Durante os últimos meses, uma série de oficinas (maquiagem, dreads, fotografia, artesanato, música) e rodas de discussões ganharam espaço no Serviço de Convivência, reunindo jovens, adultos e idosos para refletir sobre autoestima e a valorização da cultura negra. O evento trouxe para o centro do espaço público, em plena Quadra Poliesportiva, o resultado de todo o trabalho realizado.

O professor Ronilson Souza, um dos convidados, introduziu as discussões da noite falando sobre a necessidade da “tomada de consciência” sobre a identidade negra, provocando o público a treinar o olhar e perceber “o outro” que muitas vezes é negado, silenciado e invisibilizado.

O ápice da noite aconteceu com o desfile das participantes do curso de modelo e manequim, agitando o público presente. Entre as jovens estreantes na passarela estava a macedense Luciana Silva, 21 anos, cuja história de vida apresentada em vídeo antes do desfile comoveu a todos. Luciana é moradora da comunidade do Dom Vital e durante muitos anos sentiu na pele o peso do preconceito. Após participar das atividades do projeto, Luciana viu sua autoestima transformada. “Como eu sofria muito bullying, eu não me vestia bem, não usava maquiagem, e depois que eu fiz esse curso, eu abri a minha mente. Hoje eu me valorizo mais, me aceito do jeito que eu sou!”, afirma a jovem que relata ter superado os traumas e a timidez, encarando o desafio de desfilar. Ela também protagonizou um ensaio fotográfico apresentado para o público.

“Um dos pontos mais relevantes aqui foi a valorização das pessoas da comunidade. Ao ver essas meninas desfilando constatamos que não foi um desfile pelo desfile, em que apenas as arrumaram e as trouxeram aqui. Elas passaram por um processo, com diálogos de formação, para entenderem como foi construída a beleza delas”, comentou a convidada professora Letícia Gambelegé.

A noite contou também com apresentações do músico Sinho Bernardo, que ministrou oficina no projeto, compondo uma música com as crianças participantes, e com o som da nova FANDOMAC. Houve ainda uma empolgante demonstração de capoeira, do grupo Ogunjá e da banda de percussão Afro Olorum, comandada pelo capoeirista Girlan Nascimento, filho do saudoso Mestre Roque, de Santo Antônio de Jesus. O prefeito Guito, o vice Senhorzinho e o presidente da Câmara de Vereadores, Geraldo Jorge, acompanharam toda a programação.

“Quando você presencia uma ótica de gestão como esta no interior da Bahia, isso é muito positivo. Porque vivemos no estado mais negro fora da África, mas por conta disso também sentimos na carne toda a dificuldade do que é ser preto nesse cenário. Quando vemos um evento como esse, isso nos traz muita esperança de que podemos confiar na mudança!” constatou a professora Letícia.

Ascom DMC