São Felipe BA: Equipe do NAP, realiza palestra na Escola Presidente Médici

Foi realizada na última sexta-feira (08/06) na Escola Municipal Presidente Médici uma palestra sobre inclusão, com a equipe do NAP (Núcleo de Apoio Pedagógico). De acordo com informações do diretor da escola, Cássio Lima, o termo “inclusão social” é muito amplo e pode ser utilizado em diferentes contextos, todavia, possui um único objetivo: igualdade de … Leia Mais




Valença: Pedreiro é preso em flagrante por estuprar e assassinar a mãe

Um homem de 60 anos foi preso em flagrante nesta terça-feira (12) por estuprar e assassinar a própria mãe às vésperas da data em que ela completaria 76 anos, no município de Valença. De acordo com o delegado José Raimundo Néri Pinto, coordenador da 5ª Coordenadoria Regional de Polícia Civil (Coorpin / Valença), o pedreiro … Leia Mais


Medeiros Neto: Ex-prefeito é denunciado por contratação irregular de serviço de limpeza


Medeiros Neto: Ex-prefeito é denunciado por contratação irregular de serviço de limpeza

O ex-prefeito de Medeiros Neto, Nilson Vilas Boas Costa, foi acusado de improbidade administrativa na contratação de serviço de limpeza pública durante o exercício de 2016. O Tribunal de Contas dos Municípios determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual nesta terça-feira (12). O relator do caso, o conselheiro Paolo Marconi, também determinou o ressarcimento aos cofres municipais da quantia de R$143.208,40, com recursos pessoais, referente a não comprovação de despesas. E multou o gestor em R$20 mil. O termo de ocorrência apontou diversas irregularidades no contrato celebrado entre a prefeitura e a empresa Pietra Soluções e Engenharia, ao custo de R$1.796.602,68, bem como na contratação de 71 prestadores de serviços para a função de gari, no valor total de R$350.563,40. Além da reiterada contratação de pessoal sem prévio concurso público, o gestor não comprovou a realização de despesas no montante de R$143.208,40. Também não foram apresentados documentos referentes ao segundo termo aditivo ao contrato nº 001/2014, as publicações do primeiro e segundo termos aditivos, as planilhas de medição e a indicação dos logradouros onde os serviços foram prestados. A decisão cabe recurso. (BN)


Governo adia plano de redução de custo com subsídios na conta de luz


Governo adia plano de redução de custo com subsídios na conta de luz

Foto : Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Ministério de Minas e Energia publicou hoje (11) no Diário Oficial da União que o governo federal adiou para julho a previsão de conclusão do plano de redução de despesas com subsídios repassadas às tarifas de energia elétrica. De acordo com a portaria da pasta, um relatório final sobre o plano dever ser concluído até 15 de julho. O primeiro prazo se encerraria um mês antes, na próxima sexta-feira (15). Em outubro de 2016, o governo criou um grupo de trabalho para avaliar alternativas de corte de despesas de subsídios custeadas pela chamada CDE (Conta de Desenvolvimento Energético), um fundo abastecido pelos encargos cobrados nas contas de luz. Os subsídios custeados pela CDE são apontados como um dos vilões da elevação nas contas de luz – o valor de abastecimento do fundo deve chegar a R$ 19 bilhões neste ano, contra R$ 16 bilhões em 2017. (M1)


Feira de Santana: Médico é denunciado por cobrar para realizar cirurgias do SUS


Feira de Santana: Médico é denunciado por cobrar para realizar cirurgias do SUS

Foto: Reprodução / TV Sudoeste

O médico Samuel Artur Cardoso de Souza foi denunciado nesta segunda-feira (11) pelo Ministério Público estadual por cobrar pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) pela realização de cirurgias. Segundo o promotor de justiça Tiago Quadros, o médico era ortopedista e tinha convênio com o SUS quando cobrou duas pacientes em 2010 e 2013. Samuel irá responder pelo crime de concussão, quando um funcionário público exige vantagem indevida por conta de sua função. O médico atendia na Casa de Saúde Santana (CSS), unidade localizada na cidade de Feira de Santana. As acusações declaram que o profissional exigiu das pacientes R$ 1.120 por cirurgias ortopédicas, em 23 de agosto de 2010 e 2 de setembro de 2013. De acordo com o site do jornal Correio, os valores correspondiam a duas cirurgias no braço direito e um tratamento cirúrgico nos punhos. O médico disse à uma das pacientes que que o serviço com autorização do SUS iria demorar a ponto de causar “paralisia” no braço. Para a outra paciente, ele teria escrito em um papel o valor a ser pago e o nome da pessoa que iria receber a quantia. A paciente chegou a questionar se o procedimento não seria coberto pelo SUS e o médico respondeu que o Sistema “cobria mas não pagava”. (BN)


Viciado dos 13 aos 18 anos, ex-traficante conta como largou as drogas e se tornou pastor


Viciado dos 13 aos 18 anos, ex-traficante conta como largou as drogas e se tornou pastor

Nascer em um lar cristão nem sempre livra os jovens de vivenciar as piores e inimagináveis experiências que o mundo pode proporcionar. E mesmo não tendo o perfil usualmente imaginado do que venha ser um viciado, o então adolescente de 13 anos Leonardo Matos, entrou de cabeça no mundo das drogas, tornando-se escravo dos mais terríveis vícios que jovens e até adultos estão propensos a enfrentar. O agora pastor formado em teologia contou ao programa Prova Viva, da Rede Super de Televisão toda a sua história de viciado, dos 13 aos 18 anos, até a sua conversão. Ex-traficante, Leonardo revela que fumou seu primeiro cigarro de maconha para tentar preencher o vazio de seu coração após diversas crises familiares. “Não tivemos uma boa base bíblica e quando as crises familiares vieram, a minha família se desestruturou. Foi quando aos 13 anos, em uma ausência da minha mãe, levei alguns amigos para casa e um dos amigos tirou um cigarro de maconha e eu que já tinha experimentado a bebida alcoólica pensei então que a maconha poderia saciar a minha vontade”, disse. Leonardo conta que passou a fumar com frequência até que, aos 14 anos, experimentou crack pela primeira vez. “Quando eu vi, já estava vendendo quilos de maconha. Passei para cocaína, para o ecstasy e muitas outras drogas sintéticas até começar a vender cartelas de LSD e pacote de ecstasy, tanto para o meu uso como para o uso dos meus amigos”, revelou. Mesmo com as drogas o vazio continuava. Foi quando a sua mãe decidiu afastar o filho das más companhias fazendo-o se mudar de uma pequena cidade no interior de Minas Gerais para a capital Belo Horizonte. Ainda assim o vazio teimava em continuar em seu coração.

Confira o testemunho completo e o final desta bela história!

Mudança de vida
Leonardo frequentou terapia e chegou a ser levado pela polícia algumas vezes até ser convidado, já aos 18 anos, para uma reunião em uma casa onde, depois de muito tempo, voltou a ouvir do evangelho. “Eu tinha todos os sinais de que precisava de ajuda. E foi nesse ambiente que escutei pela primeira vez que Jesus me amava e que tinha um plano para minha vida, que eu pequei e que os meus pecados me impedem de escutar do amor de Deus para mim”, confessou. E foi naquele momento que Leonardo decidiu entregar a sua vida para Jesus e convidar Cristo para entrar em seu coração. “Ele entrou e finalmente me preencheu, me saciou. Foi aí que comecei a perceber algo diferente. Foi lendo a Bíblia e sendo discipulado que eu percebi que todos os meus valores haviam sido transformados”, confidenciou.


Estudo aponta que medidas para baixar preço do diesel vão custar R$ 14,7 bilhões


Estudo aponta que medidas para baixar preço do diesel vão custar R$ 14,7 bilhões

Foto : Divulgação/Petrobras

A redução de R$ 0,46 no preço do diesel nas refinarias até o fim de 2018 vai custar R$ 14,7 bilhões, apontam os cálculos divulgados hoje (11) pela Instituição Fiscal Independente, órgão ligado ao Senado. O valor é R$ 1,11 bilhão maior do que o divulgado pelo governo. No começo de junho, a União estimou que o custo da redução de tributos e da concessão de subsídios seria de R$ 13,59 bilhões – R$ 4,01 bilhões seriam compensados com a redução de benefícios para setores da economia e outros R$ 9,58 bilhões viriam da concessão de subsídios ao diesel. Na ocasião, o governo informou uma redução de R$ 0,16 por litro na alíquota do PIS-Cofins sobre combustíveis custaria R$ 4 bilhões até o fim de 2018. Já os cálculos da IFI apontam que o impacto da renúncia com Cide, PIS e Cofins são estimados em R$ 5,1 bilhões. (M1)