Bahia tem 14 pacientes curados do novo coronavírus, revela Rui Costa

A Bahia tem 14 pacientes curados do novo coronavírus de acordo com o governador Rui Costa (PT). O governador manteve o pedido para que a população siga em isolamento social, nesta quarta-feira (25). “Temos noticias boas como os 14 curados da Bahia. E a noticia ruim com a primeira morte no nordeste, em Pernambuco, no … Leia Mais



Consórcio Nordeste pede apoio da China no combate ao coronavírus


O Consórcio Nordeste enviou ofício ao embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, solicitando apoio do país no combate ao novo coronavírus (Covid-19). O documento solicita colaboração “por meio do envio de materiais médicos, de insumos e de equipamentos”.

Ainda conforme o ofício, assinado pelo presidente do consórcio e governador da Bahia, Rui Costa, há a necessidade, em especial, “de leitos de UTI e de respiradores, pois as projeções de enfermos indicam que haverá um déficit deste equipamento no momento de pico da epidemia”.

No documento, o consórcio também reafirma a “admiração pela forma como o povo chinês enfrentou a epidemia e pela imensa amizade que une nossos povos”.


Em carta, governadores do Nordeste pedem ajuda à China para combater coronavírus


Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Em meio à crise diplomática vivida entre Brasil e China por conta dos posts do filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), no Twitter, os governadores do Nordeste enviaram nesta sexta-feira (20) uma carta à embaixada chinesa no país pedindo ajuda no combate ao coronavírus.

A carta foi assinada pelo governador Rui Costa (PT) e foi endereçada ao embaixador chinês no Brasil, Yang Wanming.

O Consórcio Nordeste pediu ajuda com envio de materiais médicos, de insumos e de equipamentos que possam “nos ajudar a combater o flagelo que estamos enfrentando”. Rui destaca, no documento, a necessidade de leitos de UTI e de respiradores, “pois as projeções de enfermos indicam que haverá um déficit deste equipamento do momento do pico da epidemia”.

“Colocamo-nos à disposição de vocês para quaisquer esclarecimentos que sejam necessários e queremos, desde já, reafirmar nossa admiração pela forma como o povo chinês enfrentou a epidemia e pela imensa amizade que une os nossos povos”.


Presidente Jair Bolsonaro diz que ainda não sabe se está com coronavírus


Presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, usam máscaras cirúrgicas em live no Facebook Foto: Facebook / Reprodução / Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que ainda não tem o resultado do exame que fez para testar se está com o novo coronavírus. Ele falou sobre o tema durante transmissão semanal nas redes sociais, ao lado do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Os dois estão usando máscaras cirúrgicas.

No início do vídeo, Bolsonaro afirmou que a covid-19 não possui “uma grande letalidade”, mas apresenta risco maior para pessoas acima de 60 anos como ele. Há alguns dias, ele falou que muito do que era noticiado sobre coronavírus “é mais fantasia”.

“(Esse vírus) Não tem uma grande letalidade, mas quem tem mais de 60 anos aumenta um pouquinho, na base de 15%. Pessoas acima de 60 anos, que é o meu caso, podem ter mais complicações”, declarou nesta quinta.

Após as suspeitas iniciais de que o Secretário Especial de Comunicação, Fabio Wanjgarten, contraiu a covid-19, Bolsonaro passou a ser monitorado por médicos desde o retorno dos Estados Unidos, na madrugada de quarta-feira. Depois da confirmação, hoje, de que Wanjgarten está com a doença, antecipada pelo jornal O Estado de S. Paulo, o presidente fez o exame. O resultado deve sair amanhã.


Vice-governador da Bahia é internado em hospital de Salvador após mal-estar


Foto: Divulgação

O vice-governador da Bahia e secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, João Leão (PP), de 74 anos, foi internado em um hospital particular de Salvador, após um mal-estar, nesta quinta-feira (27).

Segundo informações da assessoria de João Leão, o vice-governador tem estado de saúde considerado estável e passa bem. Ele deve fazer exames médicos de rotina e tem previsão de receber alta na noite desta quinta.

O vice-governador completou 74 anos nesta quinta. (G1/BA)


FHC reage a vídeo de Bolsonaro convocando ato contra o Congresso: ‘Crise institucional’


                                                                                                Foto: Divulgação/Rede Globo

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), reagiu, na noite desta terça-feira (25), ao vídeo compartilhado pelo presidente Jair Bolsonaro, no qual o militar convoca uma manifestação contra o Congresso Nacional.

Em seu perfil no Twitter, FHC criticou a atitude do presidente afirmando que o ato do militar poderá trazer consequências gravissímas para o país.

“A ser verdade, como parece, que o próprio Pr (presidente) tuitou convocando uma manifestação contra o Congresso (a democracia) estamos com uma crise institucional de consequências gravíssimas. Calar seria concordar. Melhor gritar enquanto se tem voz, mesmo no Carnaval, com poucos ouvindo”, escreveu.

Fernando Henrique Cardoso

@FHC

A ser verdade, como parece, que o próprio Pr tuitou convocando uma manifestação contra o Congresso ( a democracia) estamos com uma crise institucional de consequências gravíssimas. Calar seria concordar. Melhor gritar enquanto de tem voz, mesmo no Carnaval, com poucos ouvindo.

9.812 pessoas estão falando sobre isso

No vídeo compartilhado pelo presidente pelo WhatsApp, o militar convoca a população para atos anti-Congresso no dia 15 de março. A informação foi confirmada pelo ex-deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF) confirmou a informação ao jornal GLOBO e disse ter recebido o vídeo de Bolsonaro.

Os atos marcados por apoiadores do presidente em defesa do governo, dos militares e contra o Congresso, ganharam força na força na semana passada, após o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, ter atacado parlamentares, acusando-os de fazer “chantagem”.

Além de FHC, o governador de São Paulo, João Dória (PSD), o ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE), e a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, criticaram a situação. Já o deputado Marco Feliciano (sem partido) saiu em defesa de Bolsonaro e disse que manifestações são normais na democracia. (Bahia.BA)

João Doria

@jdoriajr

O Brasil lutou muito para resgatar sua democracia. Devemos repudiar com veemência qualquer ato que desrespeite as instituições e os pilares democráticos do país. Lamentável o apoio do Presidente Jair Bolsonaro a uma manifestação contra o Congresso Nacional.

6.565 pessoas estão falando sobre isso

Ciro Gomes

@cirogomes

Acredito na seriedade da jornalista @veramagalhaes . Se o próprio presidente da República convoca manifestações contra o Congresso e o STF, não resta dúvida de que todos aqueles que prezam pela democracia devem reagir. (…)

3.328 pessoas estão falando sobre isso

Gleisi Hoffmann

@gleisi

Muito grave q o presidente da república atente contra as instituições e a democracia. É uma escalada. Se coloca como patriota, justo e incorruptível.Explique @jairbolsonaro o beijo a bandeira americana, o sofrimento do povo c/ renda baixa e Queiroz c/ as milícias q lhe acompanham

1.020 pessoas estão falando sobre isso