Deputado Dr. Alan Sanches, realiza mais uma ação de saúde em São Felipe

O Deputado Estadual Dr. Alan Sanches DEM/BA, realizou nesta ultima (02/10) mais uma ação de Saúde no município de São Felipe. Após os atendimentos ele falou a nossa reportagem sobre esse trabalho, e destacou as mudanças na politica de 2020. Dr. Alan Sanches é representado no município pelo Vereador Nado, atual presidente da Câmara Municipal … Leia Mais


Otto e Wagner votaram contra a reforma da Previdência; Coronel é a favor

Foto: Senado Federal Senado: Otto e Wagner votaram contra a reforma da Previdência; Coronel é a favor. Os senadores baianos não foram unânimes na questão da reforma da Previdência. O presidente estadual do PSD na Bahia, Otto Alencar, acompanhou o petista Jaques Wagner (PT) e votou contra o texto enviado da Câmara dos Deputados, no … Leia Mais


Audiência Pública encaminha propostas para acelerar regularização do transporte complementar na Bahia

Mais de 1.100 trabalhadores do transporte complementar de diversas cidades da Bahia participaram, nesta terça-feira (1), na Assembleia Legislativa, da audiência pública para discutir a regulamentação do serviço no estado e protestar contra a Lei Federal 13.855/19, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), que, a partir do dia 8 de outubro, endurece as penalidades para … Leia Mais



Sancionada lei obriga autor de violência doméstica a ressarcir governo

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil Em um prazo de 45 dias passará a valer uma lei que prevê que agressores domésticos reembolsam o Estado pelas despesas com atendimento das vítimas. O texto foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro nesta terça-feira (17) e altera a Lei Maria da Penha. A nova lei faz referência tanto aos gastos … Leia Mais


Rui admite que pode se candidatar à presidência: ‘Disposto a assumir qualquer tarefa’


Foto : JC Repórter

O governador da Bahia, Rui Costa, assumiu pela primeira vez a possibilidade de se candidatar à Presidência da República em 2022, em entrevista à Veja publicada hoje (13). “Disse isso ao Lula: mais do que projetarem nomes, os partidos deveriam deixar a vaidade de lado. Se cada um quiser se colocar um degrau acima, não vamos conseguir pensar um projeto de país. Hoje, quero construir com outras lideranças essa alternativa”, afirmou.

No entanto, o governador pontuou que está disposto também a não se candidatar, se essa for a alternativa encontrada pelo partido.

“Mas é óbvio que, se digo que estou disposto a construir algo, então estou disposto a assumir qualquer tarefa. Na medida em que me coloco à disposição, concordo em ser qualquer coisa, inclusive não me candidatar a nada. Quero contribuir porque o povo brasileiro não merece passar por isso que está vivendo”, completou.
(Metro1)


Senado aprova projeto que altera Lei Geral de Telecomunicações


Foto : Roque de Sá/ Agência Senado

O Senado Federal aprovou ontem (11) um projeto que altera a Lei Geral de Telecomunicações, do ano de 1997. A proposta agora segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro (PSL).Antes de a proposta ser aprovada no plenário, mais cedo, no mesmo dia, o texto havia sido aprovado pela Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) da Casa, com regime de urgência.

A proposta chegou ao Senado em 2016, depois de ter sido aprovada pela Câmara. No entanto, a matéria não foi analisada pelos senadores desde então porque não havia acordo sobre a redação que seria aprovada.

De acordo com o G1, se o projeto for sancionado, na prática, as empresas deixarão de ter obrigações previstas no regime de concessões, a exemplo de investimentos em telefones públicos, conhecidos como “orelhões”. As empresas argumentam, por outro lado, que esses investimentos podem ser direcionados para a instalação de fibra ótica e aumentar a oferta de internet de alta velocidade, por exemplo.

(Metro1)




Marcelo Nilo, diz que não gosta de ver dois homens e nem duas mulheres se beijando


               Foto: reprodução, Marcelo Nilo

O deputado federal Marcelo Nilo (PSB) disse à Rádio Metrópole, nesta segunda-feira (9), que respeita o público LGBT, mas prefere não assistir um beijo gay. “Não gosto de ver dois homens se beijando, assim como não gosto de ver duas mulheres se beijando”, disse o parlamentar durante o Jornal da Cidade – II Edição.

A declaração aconteceu após um ouvinte questionar sobre a causa LGBT defendida pela cantora Daniela Mercury, casada com a jornalista Malu Verçosa. Na oportunidade, o deputado também avaliou que o seu comportamento não é preconceituoso. “Não é questão de preconceito, só não gosto de ver, você também não gosta de ver, você sendo hétero, mas respeito, cada um tem sua opção”.

(Metro1)




Deputados propõem audiência pública e Frente Parlamentar em Defesa da Petrobrás na Bahia



Foto montagem / divulgação

Os deputados estaduais Robinson Almeida (PT) e Rosemberg Pinto PT), líder do governo, protocolaram na Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (5), requerimento solicitando a realização de uma audiência pública para discutir os impactos econômicos e sociais do encerramento das atividades da Petrobrás na Bahia. Eles também propõem a criação da Frente Parlamentar em Defesa da Petrobrás no estado. A data da realização do evento ainda será definida com o cerimonial da Casa Legislativa.

A iniciativa surge depois que o Sindicato dos Petroleiros na Bahia informou que a Petrobrás vai encerrar suas atividades no Estado e no Nordeste. A medida do governo Bolsonaro deve impactar a economia baiana, que ficaria dependente, por exemplo, do refino do petróleo e gás. Outra questão que preocupa os parlamentares e está conectada com eventual encerramento das atividades da Petrobrás no estado é a venda da Refinaria Landulpho Alves, o encerramento das atividades da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen) e a venda de campos terrestres na Região Metropolitana de Salvador, que produzem 32 mil barris de petróleo por dia.

De acordo com o deputado Robinson Almeida, se a ação do governo federal se concretizar produtos como gasolina e gás de cozinha ficariam mais caros para o consumidor final. A agricultura baiana, que depende da produção de fertilizantes da Fafen, também seria impactada. Além disso, acrescenta o parlamentar, haveria impacto econômico e social nas cidades da região metropolitana de Salvador, como São Francisco do Conde, Candeias, Madre de Deus, Catu, São Sebastião do Passé, Alagoinhas, com o crescimento do desemprego.

“É um desmonte sem precedentes promovido por um governo que prova não ter nenhum compromisso com a Bahia e com o desenvolvimento no nordeste. Por isso, é importante, nesse momento, aglutinarmos força política e social para evitar esse desastre à economia e aos trabalhadores do nosso estado”, afirmou Robinson. “Se Bolsonaro levar essa proposta adiante, haverá perdas irreversíveis na área de serviços, à indústria baiana, na arrecadação do Estado, tanto de royalties como vinda do ICMS, dos municípios e o crescimento do desemprego. Enfim, um cenário de terra arrasada com a desindustrialização promovida por esse desgoverno”, ressaltou.

Na Bahia a Petrobrás tem 4 mil trabalhadores concursados e 15 mil terceirizados, que, segundo o Sindicato dos Petroleiros, serão transferidos para outros estados da federação caso a estatal encerre suas atividades em solo baiano.


Entidades de fomento à pesquisa entregam abaixo assinado em defesa do CNPq


Na tarde desta quarta-feira (28/08), entidades de fomento à pesquisa (SBPC, Andifes, Conif, ABCiências, entre outras), entidades estudantis (UNE e ANPG), e deputados de diversos partidos fizeram a entrega de um abaixo assinado ao presidente da Câmara com quase 1 milhão de assinaturas em defesa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que está estrangulado neste governo e corre o risco de ser extinto por falta de recursos.

Ao final da audiência, Rodrigo Maia reproduziu comunicado do governo de que garantiria um PLN destinando os 330 milhões de reais necessários para a finalização do ano, para a garantia do pagamento das bolsas ativas. Quanto ao orçamento de 2020, trataria-se adiante.

“Considero uma grande vitória, construída a muitas mãos e que afirma a força da luta e a virtude da unidade. Foi um compromisso verbalizado pelo governo ao deputado Rodrigo Maia e nós vamos aguardar em alerta, o cumprimento da palavra empenhada”, disse a deputada Alice Portugal (PCdoB/BA) que participou da entrega do abaixo assinado.  (Ascom)