1.500 cisternas de consumo em Barra do Choça

O Governo do Estado já entregou 1.500 cisternas de consumo em Barra do Choça, cada uma com capacidade para armazenar 16 mil litros. Agora, tem água boa pra beber, cozinhar e deixar a casa limpinha. É mais qualidade de vida para milhares de baianos. É o governo que mudou Salvador, e o que mais cumpriu … Leia Mais


Itatim: Prefeito acusa vereadores de tentar pôr laxante em merenda de escola

Acusado de puxar uma arma para dois vereadores, o prefeito de Itatim, no Piemonte do Paraguaçu, Gilmar Pereira Nogueira, o “Tingão” (PSD), declarou que dois vereadores tramavam colocar laxantes na merenda de uma escola. Em nota enviada ao Bahia Notícias nesta quinta-feira (15), o gestor disse que a atitude dos vereadores Nadson Andrade (PTB) e José … Leia Mais




Deputado Félix Mendonça pode barrar projeto que tipifica estelionato eleitoral

O deputado federal baiano Félix Mendonça Júnior (PDT) é o relator, na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, do projeto de lei que tipifica o crime de estelionato eleitoral. O estelionato eleitoral ocorre quando o político promete algo impossível de cumprir apenas para angariar votos durante a campanha. Segundo Félix Júnior, o projeto de lei de autoria … Leia Mais


Amargosa: eleição da mesa diretora é marcada por bate-boca e pontapés


Amargosa: eleição da mesa diretora é marcada por bate-boca e pontapés

Vereadores de Amargosa serviram de mau exemplo para a população durante sessão na Câmara Municipal na noite desta quinta-feira (8). Em pauta estava a eleição da mesa diretora. Além do bate-boca, teve vereador que chutou a urna de votação. A Polícia Militar precisou acompanhar o processo de votação para manter a ordem no local. A confusão começou quando o presidente da Casa, Marcos Paulo Andrade Sampaio (PSD), recebeu o pedido do vereador Diego Mercês (PSD) para apresentar uma chapa que iria concorrer ao pleito. No entanto, o grupo composto por seis dos 13 vereadores não registrou a chapa até 30 minutos antes do início dos trabalhos, conforme Regimento Interno da Câmara. Após ser colocada em votação, a chapa sugerida pelo vereador Diego teve a sua participação negada pela maioria dos edis. Logo em seguida o bate-boca começou. Um dos momentos de tensão foram as acusações do vice-prefeito Eliseu das Mercês e o vereador Diego contra Zé Vaz (DEM) por corrupção.

Em meio ao tumulto, o presidente deu sequência aos trabalhos e a chapa que concorria a reeleição foi eleita. O colegiado agora é composto pelos vereadores Marcos Paulo, presidente, Zé Vaz (DEM) vice-presidente, Miguel Silva (PSD) 1º secretário, Paulo Leite (PT) 2º secretário e Vera Lúcia Alves (PSC) como Corregedora Geral. A ordem na Sessão foi mantida graças a presença da Polícia Militar, a CIPE Central e a Guarda Civil Municipal. Diversos vídeos circulam por aplicativos de celular e redes sociais. Veja:


São Felipe BA: Vereador Laurinho Moura fecha com o Deputado Alex Lima e promete trazer muitos benefícios para o município


O presidente da Câmara de Vereadores de São Felipe, Vereador Laurinho Moura, participou na manhã desta última quarta-feira (07/03), de uma reunião na Secretaria de Infraestrutura do estado da Bahia, com o deputado estadual Alex Lima, Secretário de Infraestrutura Marcus Benício, Euricles Neto de Cruz das Almas, os ex-prefeitos de Maracás, Paulo dos Anjos e Nelson Portela, e o deputado Marcelo Nilo.

O objetivo principal da reunião foi a reivindicação do recapeamento da BA 242 que liga São Felipe a BR 101. “Estou fechando uma parceria com o deputado Alex Lima, e vim pedir a ele, uma intervenção em relação a BA 242, uma das principais demandas da população atualmente”, destacou o vereador Laurinho.

O Vereador Laurinho Moura, se diz entusiasmado com a força de vontade e empenho deputado Alex, e cita que em breve a população de São Felipe irá ser contemplada com muitos frutos dessa aliança. “Acredito que dentro de pouco tempo, São Felipe terá uma ponte forte, para a chegada de recursos que irá ajudar muito no desenvolvimento do município. O deputado Alex, é uma pessoa articulada, e acredito que vai nos ajudar muito”, acrescentou-o




Governadores do Nordeste cobram criação do Fundo Nacional de Segurança Pública


Governadores do Nordeste cobram criação do Fundo Nacional de Segurança Pública

Foto: Jorge Bastos/ Governo do Piauí

Governadores do Nordeste fizeram nesta terça-feira (6) um ofício destinado ao recém-criado Ministério da Segurança Pública pedindo a criação do Fundo Nacional de Segurança Pública. O documento foi confeccionado em uma reunião realizada em Teresina, no Piauí. A proposta é que o fundo tenha recursos das loterias da Caixa Econômica Federal, valores arrecadados de prêmios não reclamados, além das quantias relativas ao IPI, ICMS provenientes do comércio de armas, munições, explosivos e demais produtos controlados, além da tributação de jogos, especialmente eletrônicos e pela internet. No encontro, os governadores formularam um acordo de cooperação para implementar o Sistema Regional de Segurança Pública e Justiça Criminal entre os nove estados da região. Com isso, as unidades da federação devem reunir esforços em ações direcionadas à integração das forças de segurança e de defesa social. Medidas como a integração do sistema de comunicação entre as polícias e os Estados e a realização de operação na região Nordeste para o enfrentamento ao crime nas áreas de divisas e fronteiras estão previstas no acordo. O documento, denominado ‘Carta de Teresina’, apresenta outras ações a curto, médio e longo prazo, como a realização de mutirão para julgamento dos presos provisórios; liberação imediata de recursos para operações emergenciais; desburocratização da gestão do Fundo Penitenciário, permitindo decisões autônomas dos Estados sobre plano de aplicação; e o custeio – pela União ou por operadoras de telefonia móvel –  de bloqueadores de sinal de radiocomunicação em presídios. Presente na reunião, que teve como objetivo discutir estratégias de atuação conjunta na área de segurança, o governador Rui Costa cobrou maior vigilância das fronteiras, portos e aeroportos para impedir ingresso de armas e drogas no país. “Grita muito alto a cena que vimos semanas atrás de armamento pesado entrando pelo Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro; não foi pela Amazônia, não foi pelo Porto Seco. Quantos carregamentos daquele entraram antes no nosso país?”, questionou Rui.

(mais…)