Coronel justifica sessão especial em “solidariedade a Lula”

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Ângelo Coronel (PSD) justificou a homenagem que a Casa vai conceder ao ex-presidente Lula, preso no último sábado por conta da Operação Lava Jato, acusado de corrupção e lavagem de dinheiro. A sessão especial em “solidariedade” ao ex-presidente, contará com políticos e integrantes de movimentos sociais e acontece … Leia Mais



Cármen Lúcia assumirá a Presidência da República na sexta-feira

O presidente Michel Temer e a presidente do STF, ministra Cármen LúciaAntonio Cruz/Agência Brasil A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, assumirá a presidência da República por algumas horas, a partir da próxima sexta-feira (13). Isso porque o presidente Michel Temer viajará para o Peru, onde participará da Cúpula das Américas. Cármen … Leia Mais


Pelegrino apresenta moção em homenagem a Dom Macedo Costa

O deputado federal Nelson Pelegrino (PT-BA) apresentou moção de parabenização a Dom Macedo Costa pelo aniversário de 56 anos de emancipação política do município. No documento, apresentado em plenário e encaminhado à Mesa da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (4), Pelegrino lembra a história da cidade, que remonta ao século XVII, e felicita o prefeito, … Leia Mais


As lideranças e dirigentes do Partido dos Trabalhadores estão orientando o ex-presidente Lula a não se entregar em Curitiba e aguardar o cumprimento do mandado de prisão no Sindicato dos Metalúrgicos, no ABC


As lideranças e dirigentes do Partido dos Trabalhadores estão orientando o ex-presidente Lula a não se entregar em Curitiba e aguardar o cumprimento do mandado de prisão no Sindicato dos Metalúrgicos, no ABC

As lideranças e dirigentes do Partido dos Trabalhadores estão orientando o ex-presidente Lula a não se entregar em Curitiba e aguardar o cumprimento do mandado de prisão no Sindicato dos Metalúrgicos, no ABC.

Posted by BandNews TV on Friday, April 6, 2018


Sem Lula, qualquer nome indicado pelo PT deve ir para o 2º turno, avalia analista


Quando o escândalo do Mensalão inviabilizou a candidatura à presidência da República de figuras da proa do PT como Antonio Palocci, José Dirceu e José Genoino, em 2010, o apoio do até então presidente Luiz Inácio Lula da Silva elegeu Dilma Rousseff, que não tinha expressão política que a gabaritasse como candidata de primeira escolha. Provavelmente fora da jogada após sua prisão decretada pela Justiça, Lula pode, assim como 2010, novamente decidir a eleição por meio de apoio. É o que acredita o historiador político Carlos Zacarias, que defende a ideia que o candidato escolhido pelo ex-presidente em 2018 pode ter um rumo já conhecido pelos brasileiros. “Importada do PDT e sem tradição nenhuma dentro do partido, Dilma dificilmente seria presidente. Lula elegeu sua candidata e, provavelmente fora da disputa deste ano, tem a capacidade de indicar alguém que pode vir a fazer o papel que Dilma fez em 2010”. Para o professor da Universidade Federal da Bahia, qualquer nome adotado pelo ex-presidente pode herdar boa parte dos votos do PT. “Qualquer candidato que surja no partido provavelmente aparecerá tão forte quanto o que ocupa o primeiro lugar das pesquisas hoje sem Lula”, prevê o pesquisador que idealizou a disciplia do “Golpe de 2016” na Ufba. “Claro que alguns votos serão perdidos no processo e outros vão migrar para candidaturas com discursos de esquerda com o a de Ciro Gomes (PDT) e Guilherme Boulos (PSOL), mas há uma quantidade de votos importante que vai ficar no PT, independente de qualquer candidato que se venha substituir Lula”.

Ainda de acordo com Zacarias, a figura do ex-presidente deve ganhar força após a prisão decretada nesta quinta-feira (5). “A experiência de interrupção do PT em 2016 salvaguardou a imagem de Lula para a posteridade”, falou. Caso escolha não apoiar uma das candidaturas de grupos aliados, o PT pode viabilizar a disputa de nomes como Fernando Haddad, Celso Amorim e Jaques Wagner, acredita o estudioso. Independente do nome, Zacarias crava uma única certeza: “Qualquer nome indicado por Lula vai entrar na corrida eleitoral na campanha com grandes chances de ir para o segundo turno”. (por Lucas Arraz – Bahia Notícias)





Ex-presidente Lula entra com novo pedido de habeas corpus


Após o juiz federal Sergio Moro ter decretado a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no final da tarde de quinta-feira (5), a defesa do petista entrou com um habeas corpus no STJ (Superior Tribunal de Justiça) para tentar impedir a prisão imediata de Lula. Segundo destaca a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, os advogados argumentam que o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) antecipou a execução da pena ao determiná-la antes da publicação do acórdão do julgamento dos embargos de declaração apresentados pelos advogados. Lula ainda tem a alternativa de apresentar novos embargos e por isso, segundo a defesa, a prisão não poderia ocorrer. O pedido de prisão expedido pelo juiz Sergio Moro determina que o ex-presidente Luiz se apresente à Polícia Federal em Curitiba até as 17h de sexta (6). A decisão foi tomada após o magistrado receber ofício do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), autorizando a prisão. Lula foi condenado por Moro no caso do tríplex de Guarujá em julho de 2017. Em janeiro, os juízes do TRF-4 confirmaram a condenação e votaram por aumentar a pena do petista para 12 anos e um mês de prisão. (Noticias ao Minuto)





Moro determina prisão de Lula para cumprir pena no caso do triplex em Guarujá


Moro determina prisão de Lula para cumprir pena no caso do triplex em Guarujá

Foto: Reprodução

O juiz federal Sérgio Moro determinou a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado em duas instâncias da Justiça no caso do triplex em Guarujá (SP). A pena definida pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) é de 12 anos e 1 mês de prisão, com início em regime fechado. A defesa do ex-presidente tentou evitar a prisão com um habeas corpus preventivo no Supremo Tribunal Federal (STF), pedindo para que a pena fosse cumprida somente após o trânsito em julgado da sentença. Mas o recurso foi negado na quinta-feira (5), por 6 votos a 5, depois de 11 horas de votação dos ministros. Com a decisão, o Supremo permitiu que Lula comece a cumprir pena no caso do triplex em Guarujá (SP) após encerrados os recursos no TRF-4. (G1)


Vereador de Conceição do Almeida tem mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral


Vereador Bita teve recurso negado e deverá deixar cargo.

Em julgamento ocorrido nesta terça-feira (03/04), o Tribunal Superior Eleitoral negou, por unanimidade, provimento ao agravo regimental, nos termos do voto do Relator Jorge Mussi, pela cassação do mandato do vereador de Conceição do Almeida, Joselito Borges de Souza, conhecido como “Bita do Cedro”, que era alvo de um recurso, impetrado pelo Ministério Público.

O relator do processo, ministro Jorge Mussi, já tinha proferido o voto a favor da cassação do diploma do vereador, no dia 05 de fevereiro de 2018, ressaltando que o candidato deveria possuir domicílio eleitoral, na respectiva circunscrição, pelo prazo mínimo de um ano antes do pleito, contado de seu cadastro ou transferência, a teor do art. 9º da Lei 9.504/97 e de precedentes. No processo, o vereador, Joselito Borges de Souza, transferiu seu domicílio apenas em 19/02/2016, de modo que não preencheu, portanto, tal requisito. Ainda de acordo com processo, o vereador não cumpriu, na totalidade, as condições de elegibilidade estabelecidos na Constituição Federal, em virtude de não ter sido comprovado o domicílio eleitoral mínimo de um ano na circunscrição na qual concorreu ao cargo eletivo em 2016, apontado pelo TRE-BA.

Após vários recursos com uma defesa composta por um time de 07 advogados, o então ex-vereador “Bita do Cedro” teve o recurso negado em todas as instâncias e consequentemente terá seu mandato de vereador cassado. Com o resultado, o ex-vereador Cláudio Rodolfo Borges Coni, “Dolfo Coni”, que estava como suplente, deverá assumir seu 8º mandato de vereador e voltará, após um ano, a legislar pelo grupo de oposição em Conceição do Almeida. (Fala Recôncavo)