Ex-prefeito de Muritiba é preso preventivamente na Adsumus

Após ser preso temporariamente em dezembro do ano passado na operação Adsumus, o ex-prefeito de Muritiba, Roque Isquem (PDT), foi preso nesta sexta-feira (19) após ter a prisão preventiva decretada pela Justiça. O pedetista é investigado na operação deflagrada pelo Ministério Público estadual de integrar um esquema de desvio de recursos em contratos na cidade. … Leia Mais



Temer vai ao programa de Silvio Santos para defender nova Previdência

O presidente da República Michel Temer irá gravar participações nos programas do Sílvio Santos e do Ratinho para explicar a nova proposta de reforma da Previdência. O presidente acertou os detalhes das aparições neste domingo (7), em um almoço na casa do dono do SBT, em São Paulo. Segundo o blog Painel, do jornal Folha de S.Paulo, durante a … Leia Mais


Juiz nega pedido para anular Comenda Dois de Julho para Lula

O juiz Mário Soares Caymmi, da 8ª Vara da Fazenda Pública de Salvador, negou uma liminar que pedia a anulação da Comenda Dois de Julho concedida ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pela Assembleia Legislativa baiana. A honraria foi aprovada por unanimidade pelos deputados estaduais. A liminar havia sido proposta por meio de … Leia Mais



Nove secretários deixam gestão de Rui para disputarem cargos eletivos


O governador Rui Costa (PT) terá que mexer bastante em seu tabuleiro para manter o jogo em andamento em ano eleitoral. Até abril, oito secretários deixarão suas respectivas pastas para concorrem aos cargos eletivos de deputado federal, estadual, senador e vice-governador neste ano. Soma-se ainda a Desenbahia, a instituição financeira do Estado.

A primeira mudança ocorre na Secretaria de Desenvolvimento Econômico que tem Jaques Wagner (PT) no comando. Wagner postula uma vaga ao Senado. Uma celeuma envolve o vice-governador João Leão (PP). O partido dele estaria negociando um desembarque da base aliada do governador e podendo assumir uma pasta a nível nacional. De um modo ou de outro, Leão deixará a Secretaria do Planejamento. Caso continue na base de Rui, o pepista vai escolher entre se manter na vice-governadoria ou postular o Senado.

Criticado durante todo o momento em que esteve à frente da secretaria de Relações Institucionais, Josias Gomes (PT) disputará a Câmara Federal novamente.

Ainda sem partido, Walter Pinheiro (PT) deve postular como deputado federal, assim como o presidente da Desenbahia, Otto Alencar Filho.

Tentarão cadeiras na Assembleia Legislativa da Bahia, Vitor Bonfim (PDT), secretário de Agricultura; a secretária de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Olívia Santana (PCdoB); o secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Carlos Martins (PT). Apesar de ser “proibido” pelo governador de disputar a AL-BA, por desbancar outros dois deputados, Jerônimo Rodrigues, de Desenvolvimento Rural, tem chances ao pleito.

Todas as vagas estarão abertas para uma rearrumação dos aliados, mesmo que pelos próximos 7 meses. (Bocão News)


Não posso fazer distinção de cor e gênero, diz Neto sobre definição de vice em sua chapa


A o contrário do que fez em 2012, quando escolheu uma mulher negra para sua vice, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), disse que não deve, por ora, fazer distinção de gênero ou cor para definir sua chapa ao governo do Estado.

“Eu posso ficar à vontade para falar porque na primeira eleição escolhi Célia [Sacramento] para ser minha vice acreditando e apostando em algo inédito que foi ter uma vice-prefeita negra. Não posso falar em composição de chapa, não posso fazer distinção partidária, de gênero, cor, porque não declarei se serei ou não candidato”, disse Neto durante coletiva de imprensa sobre o Carnaval de Salvador.

O presidente da Câmara de Vereadores, Léo Prates (DEM), durante o cortejo da lavagem do Bonfim, nesta quinta-feira (11), sugeriu que Neto deveria escolher uma mulher negra para ser vice na chapa ao governo do Estado.


‘Só não serei candidato se for morto’, afirma Bolsonaro


O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) afirmou em um vídeo postado em suas redes sociais na quarta-feira (10) que só abandona a corrida presidencial “se for morto ou tirado na covardia”. O vídeo foi postado como resposta ao levantamento feito pela Folha, que afirmou que o patrimônio do deputado durante os seus mandatos. Bolsonaro e seus três filhos seriam donos de 13 imóveis no Rio de Janeiro, avaliados em R$15 milhões. “Não tô preocupado com isso. Se me matarem vão ter que me enterrar, vão arranjar outro Celso Daniel”, afirmou em referência ao ex-prefeito de Santo André, assassinado em 2002. Bolsonaro chamou a publicação de “canalha” e “caluniosa”, além de afirmar que a Folha estaria fazendo um ataque pessoal para privilegiar “os candidatos que eles apoiam, do PSDB”. O levantamento consultou cartórios e  e identificou as transações da família no mercado imobiliário. Flávio Bolsonaro, deputado estadual e filho mais velho de Bolsonaro, negociou 19 imóveis nos últimos 13 anos, além do inventário orçado em R$15 milhões.

“Pegaram meu patrimônio e fizeram um escarcéu. Disseram que tenho apartamento em Brasília e recebo auxílio-moradia. Tenho sim, apartamento de 60 metros quadrados. Que eu posso fazer? Vender o apartamento, comprar um no RJ e ir morar em mansão da Câmara com tudo, com segurança, que eu não vou pagar?”, questionou. “Imprensa que se presta a desinformar, publicar mentiras ou meia-verdades não pode continuar recebendo recurso público. Folha de São Paulo, um dia isso vai acabar”. (Bahia.Ba)


João Leão sobre ser ministro de Temer: De jeito nenhum eu toparia este convite


Após surgir a informação de que havia a possibilidade de João Leão assumir o Ministério da Saúde do governo Temer, o próprio vice-governador, que acompanhou os cortejos da Lavagem do Bonfim, nesta quinta-feira (11), afirmou que esta notícia “não tem nada de verdade”. “Muita criatividade. Algum jornalista que não tinha assunto ou político mal informado que colocou esta nota no sentido de aparecer. Não tem nada de verdade. Absolutamente nada. Nunca conversei com o presidente Michel Temer para ser ministro. Nunca conversei com Cacá Leão. Nunca conversei com Ciro Nogueira. Com ninguém a respeito de ser ministro do presidente Michel Temer. Me honraria muito ser ministro do Brasil mas, por enquanto, eu sou vice-governador e vou trabalhar pela Bahia. De jeito nenhum toparia este convite. Vai ter uma eleição e tenho uma missão. Tenho uma missão a cumprir no governo Rui Costa”. (Bocão News)


“É uma condenação que tem data e hora marcada”, diz Alice Portugal sobre julgamento de Lula


Em conversa com o BNews nesta quarta-feira (10) durante um ato, em Salvador, em defesa da candidatura do ex-presidente Lula, a deputada federal Alice Portugal (PCdoB) mostrou descrença sobre as chances de absolvição do petista no julgamento do próximo dia 24.”É uma condenação que tem data e hora marcada. O nosso grito é para que a se baseie nos autos. E não há prova nos autos”. Alice também comentou sobre as articulações para pleitear uma vaga ao Senado Federal na chapa majoritária do governador Rui Costa (PT). Segundo ela, o apoio histórico do PCdoB ao PT na Bahia e a aparição do seu nome nas pesquisas eleitorais como a segunda melhor posicionada “não é uma coisa secundária, temos esse direito”.