Após incidente, Coronel cria projeto de lei para brigada de incêndio no CAB

Foto: Júnior Moreira / Bahia Notícia Durante coletiva de imprensa, realizada neste domingo (29), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), para dar as primeiras informações sobre o incêndio que atingiu o pavilhão três da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o presidente da Casa, Ângelo Coronel (PSD) revelou que desenvolveu um projeto de lei para instaurar … Leia Mais



Tempos modernos na corrupção eleitoral

Para quem não conhece a crueldade da política, por não morar em um bairro popular e nunca ter vivido em uma cidade pequena, vai aqui um exemplo atual e ilustrativo da realidade. “Muitas pessoas escutam coisas como: seja candidato, você é conhecido, competente, as pessoas confiam em você e sabem da sua capacidade de trabalho, … Leia Mais


Após críticas, Ciro diz que foi mal interpretado em fala sobre Lula e MP


Após críticas, Ciro diz que foi mal interpretado em fala sobre Lula e MP

Foto: Fabio Motta/Estadão

Após ser criticado por juristas e analistas, o candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) afirmou que as declarações de que, se eleito, colocaria o Judiciário e o Ministério Público de volta em suas “caixinhas” foram tiradas de contexto para gerar intrigas. Na ocasião, também disse que o o ex-presidente Lula “só teria chance de sair da cadeia se a gente assumir o poder”. As declarações foram dadas em Ananindeua, no Pará, onde o candidato participou da convenção estadual do seu partido nesta quarta-feira, 25, e são uma resposta às informações reveladas em reportagem do Estado.  No Pará, o pedetista disse que essa declaração foi tirada do contexto. “Quando eu disse a gente, eu não quis dizer eu. Quis dizer os democratas, os que têm compromisso com o Estado democrático de direito, com o restabelecimento da autoridade, do império da lei que, no Brasil, parece estar completamente deformada”. Segundo ele, o termo caixinha foi uma figura de linguagem usada para explicar que Judiciário e Ministério Público “não podem se meter em tudo”. “Isso é uma expressão que todo mundo conhece. Só a fraude tenta fazer esse tipo de intriga. No Brasil, está cada um trabalhando fora da sua caixa”, disse o candidato. Ciro defendeu, ainda, a necessidade de restaurar “o império da lei”. “O Judiciário julga, o Legislativo legisla e o Executivo executa. Não é possível que o Judiciário queira executar. (Não é possível) que no Brasil cada prefeito esteja subordinado ao constrangimento, à humilhação de um jovem membro do Ministério Público que, ainda que de boa fé, deforme reputações, se meta onde não deve. O País não aguenta mais essa baderna”, declarou pouco antes de subir ao palanque.  No dia 20, a convenção nacional do PDT confirmou sua candidatura ao Planalto. Ainda falta definir quem será o vice. (Estadão)





Tribunal Regional Eleitoral da Bahia absolve prefeito de Canavieiras


Tribunal Regional Eleitoral da Bahia absolve prefeito de Canavieiras

Foto: Reprodução / Blog Paulo José

Condenado por abuso de poder econômico em virtude de suposta distribuição de combustíveis e arrecadação ilícita de recursos financeiros, o prefeito de Canavieiras, Dr. Almeida (PPS), foi absolvido na tarde desta quarta-feira (25). O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) julgou o recurso apresentado pelo gestor que havia sido cassado pelo juiz eleitoral loca, no entanto, o tribunal seguiu o voto do relator, juiz Freddy Pitta Lima, que já havia votado pela absolvição do prefeito. Na sessão foi apresentado o voto-vista do juiz federal Avio Mozar, única divergência na Corte, que opinou pela manutenção da cassação. Também votaram os juízes Diego Castro e José Rotondano, que acompanharam o relator. O resultado ficou em 6 a 1 em favor do gestor, cabendo recurso para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).(BN)





Marina critica aliança de Alckmin com centrão: ‘Dilma de calças’


Marina critica aliança de Alckmin com centrão: 'Dilma de calças'

Foto: Reuters

Apré-candidata ao Planalto Marina Silva (Rede) comparou Geraldo Alckmin (PSDB) com a ex-presidente Dilma Rousseff em sua primeira transmissão ao vivo pelo Facebook: “O Alckmin já é uma espécie de Dilma de calças”. Marina criticou a aliança do tucano com o centrão e comparou com as parcerias firmadas por Dilma nas eleições de 2014, quando a petista disputou a presidência pela segunda vez. “A Dilma se juntou praticamente com os mesmos do centrão, na época estava até com o Cunha, e conseguiu 12 minutos de televisão”, completou. A ex-senadora afirmou que o centrão “sempre consegue arranjar um candidato pra chamar de seu” e criticou o desequilíbrio nos tempos de televisão. Como cita a Folha de S. Paulo, a Rede tem dificuldade para conseguir apoio e, por isso, deve ter apenas oito segundos de horário eleitoral gratuito. Já Alckmin, se confirmar a aliança com o grupo, terá cerca de 4 minutos.  “As alianças que são feitas geralmente elas são feitas com base em duas coisas entre aqueles que tem identidade programática, coerência politica para disputar o processo eleitoral, ou entre aqueles que tem grandes ambições de poder independente de coerência ou não”, afirmou. O live durou trinta minutos. Marina também respondeu a perguntas dos usuários e anunciou que fará nova transmissão nesta quinta-feira (26), às 17h. Sobre um possível vice, a pré-candidata disse que não descarta alianças, mas reforçou a possibilidade de uma chapa pura, com o deputado federal Miro Teixeira (RJ), o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, ou o economista Ricardo Paes de Barros. (Noticias ao Minuto)





Temer minimiza mensagem de Marun sobre Ciro ser ‘débil mental’


Temer minimiza mensagem de Marun sobre Ciro ser ‘débil mental’

Foto : Marcos Corrêa/PR

O presidente Michel Temer (MDB) minimizou a mensagem do ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB), que chamou o presidenciável Ciro Gomes (PDT) de “débil mental”. “O MDB é um partido muito eclético. Vocês sabem disso. E cada um tem as suas opiniões . […] O Marun, como emedebista antigo, mandou na verdade uma mensagem por zap por um grupo de contatos. Ele até brincou ontem [segunda] que, se ele soubesse que viria a público, teria dito outras palavras em relação a um pré-candidato à Presidência da República”, afirmou, durante a cúpula da Aliança do Pacífico em Puerto Vallarta, México. Em um grupo do WhatsApp do MDB, Marun disse que o apoio do “centrão” ao tucano Geraldo Alckmin ocorreu após o governo Temer impedir a migração do grupo para “o débil mental” Ciro Gomes. (M1)





Otto diz que Wagner candidato a presidente seria ‘o ideal para a Bahia’


Otto diz que Wagner candidato a presidente seria 'o ideal para a Bahia'

Foto: Manu Dias / GOVBA

O senador Otto Alencar (PSD) definiu a possível candidatura do ex-governador Jaques Wagner à Presidência da República pelo PT como “o ideal para a Bahia”. O nome de Wagner é ventilado pelo partido como um possível substituto de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no pleito pelo Planalto. Segundo o senador, antes de ser preso, Lula teria acenando para o nome de Wagner em um jantar no Palácio de Ondina durante a realização do Fórum Social Mundial, em Salvador, no ano passado. Apesar das sondagens, Wagner se mostra disposto a manter sua candidatura ao Senado Federal pela Bahia. (BN)