Poder Legislativo de São Felipe adquire veículo 0Km

O ano de 2020 começou bem para o Poder Legislativo de São Felipe. Com o planejamento financeiro responsável e áustero, o Poder Legislativo acaba de adquirir um veículo 0 Km. De acordo com o presidente do legislativo, vereador Marinaldo Souza, esse é mais um dos objetivos alcançados de sua gestão a frente da casa legislativa. … Leia Mais



PME do município de São Felipe é avaliado em Audiência Publica

O município de São Felipe realizou na manhã desta ultima quinta-feira (13/02), no auditório do Salão Nobre da Prefeitura a 2ª audiência publica de monitoramento e avaliação o PME (Plano Municipal de Educação). Participaram do evento, representantes da Rede Publica Municipal de Educação, APLB-Sindicato, Vereador Jair Pires de Araújo, representando o Poder Legislativo Municipal, Secretária … Leia Mais


Diretor da Faculdade Batista do Recôncavo fala sobre as opções de cursos



O Professor Renato Sales, diretor geral da Faculdade Batista Brasileira do Recôncavo, participou na ultima sexta feira (07/02), do Programa JC Repórter, e destacou a grandiosidade da faculdade.
Confira os temas abordados na entrevista:
– Cursos disponíveis.
-Mercado de Trabalho.
– Localização.
-Estrutura da Faculdade.
-Experiência do corpo docente.
-Aula inaugural.
Acompanhe todos os detalhes no vídeo a seguir:



Padre Damião Borges anuncia seu afastamento da diocese de Ilhéus por três anos


No final da Festa de Nossa Senhora das Candeias na noite deste ultimo domingo (02/02), na Comunidade das Candeias, Paroquia São Filipe e São Tiago. O Padre Damião Borges que natural de São Felipe e padre da diocese de Ilhéus, anunciou que, a pedido de seu bispo, ele irá para o Rio de Janeiro fazer uma formação em direito canônico.

“Agradeço a padre Marco, por mais essa oportunidade de presidir uma festa de padroeiro aqui na paroquia São Filipe e São Tiago. Essa é minha segunda festa de padroeiros que presido aqui e como é bom celebrar festa de Padroeiro aqui”, destacou padre Damião.

“Como Padre Marco já enfatizou, eu sou padre da diocese de Ilhéus há dois anos e meio, e por uma necessidade da diocese, o bispo achou por bem, que eu me afastasse da diocese por três anos, por quê? por que eu preciso fazer uma formação especifica. E assim para trabalhar mais e melhor na diocese. Então dia 18 agora, eu estarei indo para o Rio de Janeiro, ficarei lá por três anos fazendo mestrado em direito canônico”, Comentou ele.

Ele ainda destacou que dentro das possibilidades ele estará visitando os seus conterrâneos. “É claro que eu não vou ficar lá sem vim aqui, se Deus quiser, a cada seis meses, vou está passando por aqui. Mas quero participar a vocês e pedir a vocês que possa interceder pelo bom êxito deste projeto, para que de fato a graça de nosso senhor continue me socorrendo em todas as circunstancias e que Deus nosso senhor, seja tudo em todos e continue auxiliando sua Igreja rumo a terra prometido”, concluiu ele.


Reunião para revitalização do rio Jaguaripe conta com a participação do Promotor Julimar Barreto


                                                                 Foto: Divulgação/ Secretaria Estadual do Meio Ambiente

Um grupo de trabalho deve ser criado para encontrar alternativas de revitalização do rio Jaguaripe. A Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), o grupo SOS Jaguaripe e o promotor de Justiça Julimar Barreto, do Ministério Público, se reuniram para definir estratégias de atuação para contornar a degradação do rio.

Também participaram da reunião representantes de Dom Avelar e Nazaré, além da Agência Reguladora e Fiscalizadora de Saneamento do Estado (Agersa). O encontro foi realizado nesta terça-feira (28).

Os representantes definiram a necessidade de colaboração entre órgãos do estado, prefeituras e entidades locais no grupo de trabalho. Devem ser discutidas propostas como saneamento da área urbana, educação ambiental nas comunidades, criação de viveiros e recuperação de matas ciliares.

“Vários fatores vêm causando a degradação do rio Jaguaripe. São problemas ligados a saneamento, fiscalização e até ao uso e a ocupação do solo, que é de responsabilidade dos municípios. Então, é fundamental que as prefeituras participem dessas discussões. Ficou claro na reunião que a questão da revitalização do rio tem que envolver a participação de todos para se construir uma solução de forma compartilhada”, avaliou a chefe de gabinete da Sema, Cássia Magalhães, que representou o secretário João Carlos Oliveira. (bahia.ba)