Empresário é preso em Feira de Santana por ter comprado carga roubada de ar condicionado


Empresário é preso em Feira de Santana por ter comprado carga roubada de ar condicionado

Foto: Polícia Civil

A Delegacia de Furtos e Roubos em Rodovias – Decarga, com apoio da 1ª COORPIN/ Feira de Santana e DEIC de São Paulo, realizou uma operação visando desarticular uma quadrilha de estelionatários e receptadores de carga roubada em Feira de Santana. A Operação foi realizada na tarde da terça-feira (8), sob o comando do delegado Gustavo Coutinho, e resultou em duas pessoas conduzidas à delegacia, além de vários aparelhos de ar condicionados apreendidos. Foi preso Carlos José do Bomfim Filho, conhecido por ‘Carlinhos’, autuando pelo crime de Receptação Qualificada e encaminhado para a audiência de custódia. O funcionário dele, identificado como ‘Barão’, foi autuado por Receptação Simples, o qual após pagamento de fiança responderá em liberdade. De acordo com o delegado Gustavo Coutinho, titular da Delegacia de Furtos e Roubos, a investigação começou em São Paulo, após uma empresa grande levar um golpe no valor de cerca de R$ 710.000,00. Ele destacou que durante as investigações a polícia descobriu que parte da carga roubada estava sendo comercializada em Feira de Santana. “Nos deslocamos até a loja Ponto Frio e fizermos a apreensão de alguns aparelhos para conferir se o serial dos aparelhos batiam com uma lista que nos foi passada, o que aconteceu. O dono da loja compareceu ao estabelecimento e nós demos a voz de prisão. Na delegacia, descobrimos que ele havia adquirido duas cargas de ar condicionados roubadas. Nos deslocamos até uma residência dele, que não morava ninguém, mas tinham cerca de 50 ar condicionados. Fomos até a residência de um funcionário dele, conhecido como ‘Barão’, e encontramos outra quantidade grande de ar condicionados, assim como na loja”, relatou. A polícia informou que Carlinhos tinha uma vida de luxo e era um dos comerciantes que mais vendia aparelhos de ar condicionado em Feira de Santana, fazendo uma concorrência desleal com os demais comerciantes, pois comercializava abaixo do preço de marcado. O mesmo já havia vendido cerca de 200 aparelhos em Feira de Santana, os quais, após confirmação pelo serial do lote desviado, poderão ser apreendidos nas residências de alguns consumidores. A investigação continua para a identificação de todos os envolvidos nesse esquema milionário.

Segundo o delegado Ricardo Coutinho, Carlinhos confessou que adquiriu esses aparelhos na cidade de Itabuna na mão de dois estelionatários identificados como Daniel e Zeu. Durante seis meses ele já vinha comercializando os aparelhos de ar condicionados roubados. De acordo com a polícia, o estelionatário conhecido por Zeu, é bastante conhecido por sua riqueza, possuindo uma mansão e diversos automóveis de luxo, incluindo uma Ferrari, tudo fruto do desvio de cargas de eletrônicos e ar condicionados. Ainda conforme a polícia, só em um dos seus golpes, investigado pelo DEIC, foram subtraídos mais de 500 aparelhos de ar condicionado portátil, avaliados em mais de R$ 710.000,00. Ele não foi encontrado, mas sinalizou que vai se apresentar com seu advogado a fim de ser interrogado. Com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade.