Mais de 260 mil alunos abandonaram cursos de graduação em dois meses, diz sindicato


Cursos privados de graduação também sentiram em cheio os efeitos da pandemia do novo coronavírus. Cerca de 265 mil alunos de universidades particulares do país abordaram o curso ou trancaram a matrícula nos meses de abril e maio. O número é fruto de um levantamento do Semesp, que representa faculdades privadas o país.

 

Segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, a evasão em 2020 foi 32% maior se comparada ao mesmo período do ano passado – em 2019, esses dois meses registraram 201 mil desistências.

 

Um dos motivos para a evasão é a queda na renda, provocada pela pandemia. De acordo com a publicação, uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) indicou que 82% dos estudantes atribuem a interrupção dos estudos a isso. Além disso, a Semesp alerta que 11,3% dos estudantes devem terminar o ano com pelo menos uma mensalidade atrasada. (BN)