Visitação à memorial e santuário da Santa Dulce tem aumento de 100% em 2019


Imagem de Irmã Dulce no Santuário em Salvador — Foto: João Souza/G1 BA

As visitações ao santuário e memorial da Santa Dulce dos Pobres aumentou 100% em 2019, em comparação a 2018. A informação é da assessoria das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid).

Conforme os responsáveis pela Osid, o aumento ocorreu após o anúncio da canonização da Santa Dulce dos Pobres, a primeira santa brasileira. Em 2018 foram 65 mil visitas, já no ano passado, foram 125 mil visitas.

Somente na semana pós canonização, entre 13 e 20 e outubro de 2019, o memorial e o santuário receberam 11 mil visitantes. Conforme a avaliação da Osid, o maior número de visitantes é do interior da Bahia.

Imagem da Santa Dulce dos Pobres em santuário que fica no Complexo das Obras Sociais dela, em Salvador — Foto: Maiana Belo/ G1

Dos visitantes de outros estados, o complexo recebeu, em maioria, turistas de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Pernambuco, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

A equipe da Osid notou, ainda, que a canonização provocou nas pessoas que moram em Salvador, um interesse especial em conhecer mais sobre a santa nascida na capital baiana e passaram a incluir visitas ao memorial e ao santuário em seus roteiros de passeio no final de semana.

O Vaticano considera que Santa Dulce dos Pobres é a primeira santa brasileira. Embora outras brasileiras e uma religiosa que atuou no país tenham sido canonizadas pela Igreja Católica anteriormente, irmã Dulce é a primeira mulher nascida no Brasil que teve milagres reconhecidos.

(G1/BA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *