JC Repórter

SEC realiza aula inaugural do PRONATEC

Estudantes, professores e gestores escolares da rede estadual de ensino participaram, nesta segunda-feira (22), da aula inaugural dos cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) de Assistente de Recursos Humanos; Microempreendedor Individual; e Promotor de Vendas. A cerimônia ligada ao Eixo de Gestão e Negócios, promovida pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), em formato de live (https://www.youtube.com/educacaobahia1), foi aberta pelo secretário estadual da Educação, Jerônimo Rodrigues, sob mediação do subsecretário Danilo Souza. Realizados por meio do Programa Nacional de Acesso do Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC), através do Google Sala de Aula, os cursos de qualificação profissional serão on-line, por causa da pandemia do novo Coronavírus, na modalidade de ensino não presencial de Educação à Distância (EAD).
O secretário Jerônimo Rodrigues falou sobre a oferta. “A motivação principal do Estado quando oferece cursos como estes é qualificar e capacitar as pessoas para que elas possam, de forma autônoma, conquistar ascensão social. Estamos oferecendo quase sete mil vagas para a Educação Profissional e tivemos a sensibilidade de conversar com movimentos sociais e prefeitos, de fazer uma escuta com os nossos diretores de centros de Educação. Criamos um edital que possibilitou a participação, também, de pessoas que não estão estudando na rede, mas que, por algum motivo de trabalho ou econômico, não tiveram condições de concluir um curso de Educação Profissional. Temos muito interesse que estes cursos venham cumprir o seu papel e, durante toda a formação, que segue até o final de novembro, teremos pessoas que acompanharão o trabalho junto aos estudantes, com presença, vínculo e disposição de escuta, porque é assim que se faz Educação”, discursou.
Ainda na abertura da aula de inauguração, Jerônimo Rodrigues falou sobre o momento difícil que vive o país e os esforços de enfrentamento da crise sanitária por parte do governo estadual. “Se, por um lado, temos nossos corações bastante machucados por conta da grande quantidade de brasileiros que já perdemos – mais de 50 mil vidas no país e mais de 1.300 pessoas na Bahia –, a gente vê o esforço do governador Rui Costa, de prefeitos e de equipes e secretários de Saúde no sentido de criar trilhas que nos coloquem em uma posição de força e de esperança, para retornarmos, gradualmente, as nossas atividades econômicas, culturais, educativas”.
Um dos idealizadores e articuladores de programas de Educação Profissional inclusiva, a exemplo do PRONATEC, o palestrante convidado, o ex-ministro da Educação, José Henrique Paim Fernandes, falou sobre a ação. “Esta é uma oportunidade importante no sentido da valorização da Educação Profissional, que é uma porta de acesso à uma formação profissional de modo que o estudante ingresse no mundo do trabalho com uma qualificação que lhe permita buscar um emprego e uma renda melhores, além de satisfação profissional. E a Bahia está antenada com as transformações no cenário das profissões. O curso de Gestão de Negócios, por exemplo, registra cada vez mais avanços no setor de Serviços como elemento estruturante no desenvolvimento econômico do pais”, pontuou Paim que, atualmente, é diretor do Centro de Desenvolvimento da Gestão Pública e Políticas Educacionais da Fundação Getúlio Vargas (FGV).
*Sobre os cursos –* O processo seletivo para os cursos do PRONATEC foi realizado por meio de sorteio eletrônico, durante live no canal Educação Bahia, no Youtube, acompanhando por representantes da Procuradoria Geral do Estado (PGE), do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA). Foram contemplados 6.710 mil estudantes e os cursos serão realizados através do Google Sala de Aula. As aulas iniciam nesta segunda (22) para os cursos FIC de Assistente de Recursos Humanos; Microempreendedor Individual (MEI); e Promotor de Vendas. No dia 29 de junho, começam as aulas para os cursos FIC de Agente de Assistência Técnica e Extensão Rural; Agricultor Familiar; e Agricultor Orgânico. Para esta etapa, estão sendo investidos R$ 3.825.220 milhões. (Ascom)

Curta e Compartilhe.


Leia Também